Não poderia perder tempo’, diz Wagner sobre romance com Gleici

Foto:Reprodução

Enquanto muita gente torceu pelo casal Gleigner, formado por Gleici e Wagner no “Big Brother Brasil 18”, teve também quem apostasse que o artista visual se aproximou da estudante de psicologia apenas por interesse. Agora fora da casa, Wagner garante que teve um sentimento real por Gleici.

— Não foi por interesse. Foi legítimo e verdadeiro desde o começo. De fato, eu me aproximei muito mais dela depois que ela voltou de um paredão porque percebi que não poderia mais perder tempo e me privar dessa relação. Eu tinha que mergulhar nela de cabeça porque como a Gleici tinha ido embora uma vez, em um paredão falso, ela poderia ir embora de novo, só que não voltando mais — explica Wagner.

Criticado também por não impedir os amigos Caruso e Viegas de combinar votos em Gleici, Wagner se defende:

— Eu me posicionava falando que não votaria na Gleici e dizendo que não participaria de qualquer combinação para votar nela.

Falando nos antigos amigos, os que foram eliminados antes do artista visual não o pouparam das críticas pelas mudanças de grupo. Wagner garante não ter guardado mágoas.

— Desejo a eles toda a sorte na vida. Cada um tem sua forma de jogar e quem faz o julgamento se essa maneira está certa ou errada é a própria pessoa. Eu joguei com o meu coração e não me arrependo de nada que fiz lá dentro. Se o jogo deles foi bom para eles eu estou ok. O meu jogo foi excelente para mim.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.

Leia também

Publicidade