Turistas aumentam tempo de permanência no Amazonas em 2023, aponta relatório

Os turistas optaram por permanecer no Estado durante sete dias em 2023, enquanto em 2022 o tempo médio era de cinco dias.

Em 2023, o tempo médio de permanência dos turistas para viver a experiência turística no Amazonas cresceu 40%, em comparação a 2022, segundo dados do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur).

Os turistas optaram por permanecer no Amazonas durante sete dias, em 2023, enquanto em 2022 o tempo médio era de cinco dias. Para o presidente da Amazonastur, Ian Ribeiro, o crescimento é positivo, pois também significa mais contribuição para a economia no Estado de forma direta e indireta.

“Quanto mais o turista permanece no Amazonas, mais ele irá realizar movimentação financeira. Além de comprar passagens e reservar hotel, ele irá em restaurantes, conhecer a culinária local, comprar artesanatos, encontrar pacotes para fazer um turismo seguro em agências, entre outros serviços”,

destacou o representante do órgão.

Foto: Lucas Silva

Turistas de São Paulo e Estados Unidos são os principais emissores nacionais e estrangeiros do Amazonas e o gasto médio total é de R$ 2.520 e R$ 2.493, respectivamente. Segundo a pesquisa, a maior parte dos turistas tem idade média entre 41 e 77 anos. Sendo a maioria do público mulher (50,37%) e com estado civil casado (46,64%).

A motivação da viagem realizada ao Amazonas também é apontada na pesquisa. Entre os motivos da viagem, trabalho/negócios representa cerca de 42,33%. Lazer, visitar amigos e familiares também estão entre os principais motivos para visitar o Amazonas.

O levantamento realizado anualmente pela Amazonastur, por meio do Departamento de Estatística (Destat) é captado por Caracterização dos Turistas, Avaliação dos Turistas do Amazonas, Pesquisa de Avaliação da População e Pesquisa de Turismo Emissivo, com o objetivo de nortear políticas públicas para alavancar o turismo no Amazonas. 

Foto: Lucas Silva

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade