São Sebastião do Uatumã é destino turístico que atrai apaixonados pela pesca esportiva no Amazonas

Turismo sustentável e imersão na floresta amazônica são outros dos atrativos turísticos do local

Cercado de belezas naturais, praias, história e paisagens encantadoras, o município de São Sebastião do Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus), no Amazonas, é um destino turístico que atrai os apaixonados pela pesca esportiva, turismo sustentável e imersão na floresta amazônica.

A Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) apresenta um roteiro para descobrir os encantos da cidade amazonense que, oficialmente, foi criada em 1981 e já nasceu privilegiada. O município tem um encontro das águas para chamar de seu, do rio Uatumã com o rio Amazonas.

Foto: Tácio Melo/Amazonastur

Para chegar ao destino, o acesso é terrestre em 80% da viagem pelas rodovias AM-010 e AM-363 até o município de Itapiranga, o restante é feito por transportadoras fluviais que saem do porto da cidade no final da manhã, o que dá aproximadamente seis horas de viagem.

O porto pequeno e com charme do interior dá o tom da cidade que acolhe os visitantes logo na chegada. A fachada anuncia: “Bem-vindo. Welcome to São Sebastião do Uatumã” com uma pintura do símbolo da cidade: o tucunaré. 

E não, por acaso, o município recebe a cada temporada de pesca, que dura de agosto a dezembro, cerca de 4 mil turistas de estados como Rio de Janeiro, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. Os mais apaixonados pela pesca esportiva ao redor do mundo também visitam a localidade. São japoneses, coreanos, alemães e chineses que disputam quem pesca o maior peixe da temporada. 

Em 2022, por exemplo, registrou-se a pesca de um tucunaré de quase 80 centímetros. Mas os moradores garantem o desafio: há peixes muito maiores no rio Uatumã.

Foto: Tácio Melo/Amazonastur

Imersão na floresta 

O turismo de base comunitária é outro exemplo que conquista os turistas que conhecem a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Uatumã. Uma verdadeira imersão que estimula todos os sentidos. A pousada Mirante do Uatumã (@mirante_do_uatuma_) se mantém aberta durante o ano todo. Reservas podem ser feitas pelos contatos (92) 99191-7895 ou mirantedouatuma@gmail.com.

O contato com a natureza e o fortalecimento da consciência ambiental estão no centro da experiência. A pousada faz parte do projeto da comunidade que resgata os ovos dos quelônios, em parceria com o Governo do Amazonas.

A pousada garante locais propícios para eclosão, alimentação, abrigo e também proteção contra os predadores das espécies. Os turistas são convidados para participar da coleta dos ovos, que acontece a partir do mês de setembro, e da soltura de aproximadamente 20 mil filhotes em fevereiro.

Foto: Larissa Holanda

Delícias do Uatumã

Na sede do município de São Sebastião do Uatumã, os visitantes contam com pratos modernos e tradicionais com a matéria-prima mais abundante do Amazonas: os peixes.

Da lasanha de pirarucu, passando pelo palitinho de peixe, até o tambaqui assado, o restaurante Marrom Glacê revela as deliciosas receitas que são a marca do restaurante que tem mais de 50 anos de existência. Os pratos são acompanhados pela vista do restaurante, que fica em frente a praia e o rio Uatumã. Reservas são feitas pelo (92) 99147-9490.

Outra iguaria muito produzida em São Sebastião é o tucumã, fruta de palmeira natural da Amazônia, com sabor doce, levemente amanteigado. Geralmente apreciada no combo x-caboquinho, pão francês, queijo coalho e banana pacovã frita.

*Com informações da Amazonastur

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade