9 locais imperdíveis para conhecer em Cruzeiro do Sul

Conhecida pelas suas águas escuras, a região do Juruá, no Acre, tem pontos de ecoturismo, cultura e histórias.

A segunda maior cidade do Acre, Cruzeiro do Sul, é conhecida por suas ladeiras, arquitetura alemã e, claro, as águas pretas de igarapés e rios que possibilitam passeios e imersão à natureza – o que tem chamado atenção do ecoturismo

A cidade hoje conta com 89.760 habitantes e tem como cartão postal a Catedral no Centro da cidade. No entanto, outras atrações não podem ficar fora do roteiro de quem deseja conhecer a cidade. Confira:

Igarapé Preto 

O conhecido balneário de águas pretas que fica às margens da estrada já é um dos primeiros pontos para quem chega em Cruzeiro do Sul. Atualmente, a estrutura passou por uma reforma. Próximo ao local tem bares, restaurante e atualmente foi construída uma quadra de esporte. 

Além disso, há espaços para quem vai passar o dia e quer fazer churrasco ou levar comida. A vista ao Igarapé Preto é totalmente gratuita, em área aberta. O banho é conhecido pela cor escura da água, que é bem gelada.

Igarapé Preto, em Cruzeiro do Sul, atrai banhistas. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

Águas Claras e Águas Escuras

No ramal do Moura Piranga, em Cruzeiro do Sul, dois empreendimentos tem chamado atenção pela estrutura. No Águas Claras, há um açude de água verde e uma estrutura completa para quem aluga o local para eventos ou só para quem deseja alguns dias mais afastado da cidade.

Atualmente, o local tem duas pousadas, sendo a primeira com capacidade para 4 pessoas, incluindo toda a estrutura e com permanência de 24 horas. A locação dessa pousada sai a R$ 400 e, caso seja ampliado o número de pessoas, é cobrado R$ 50 por cada pessoa adicionada.

A segunda pousada de casal sai por R$ 300 a diária e também com direito a usufruir de toda a estrutura do local. Há a possibilidade também de quem deseja apenas passar o dia. As reservas e consultas de valores podem ser feitas pelo telefone (68) 9 9998 9609.

Nessa mesma área, há também a alternativa para aqueles que preferem tomar banho em água corrente. É o Águas Escuras, também com estrutura boa para passar o dia com os amigos ou família e que pode ser consultado os detalhes também pelo telefone (68) 99998 9609.

Água Claras é uma das opções em Cruzeiro do Sul. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

Croa

Equilíbrio espiritual, amplo roteiro turístico com as paisagens que encantam os visitantes, e uma das principais fontes de renda para toda a comunidade que mora na região. Esta é uma pequena descrição do Rio Croa, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, que recebe até 200 turistas por mês em busca de conhecer a exuberância do lugar.

O rio fica próximo à área urbana do município de Cruzeiro do Sul. Para chegar até o paraíso natural, é preciso percorrer 21 quilômetros pela BR-364. Chegando ao porto, é preciso pegar um barco, onde é cobrado R$ 20 por pessoa, e você faz o percurso do rio. Um dos atrativos é o famoso tapete verde, que é uma camada verde formada pela vegetação no rio e também pode conhecer os restaurantes e pousadas, onde é possível pernoitar.

Além disso, alguns centros espirituais oferecem a experiência de cura espiritual. Um dos locais que oferece comida e o passeio é o restaurante Sabor e Lenha (68) 99966 5122 ou (68) 99978 8219.

Croa, Cruzeiro do Sul. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

Balneário João Machado

No Ramal do Japãozinho, em Cruzeiro do Sul, tem também o balneário João Machado. O valor da entrada por pessoa é R$ 5 e o local tem espaço para se reunir com amigos e família e também fazer churrasco.

Entrada por pessoa é R$ 5 no balneário João Machado. Foto: Reprodução

Centro Cultural

Considerado o prédio mais antigo do Acre, por manter a mesma característica arquitetônica desde a sua fundação. O local começou a ser erguido em 1904, após a assinatura da Ata de Fundação da cidade, com as presenças do Marechal Gregório Thaumaturgo de Azevedo e do primeiro Juiz de Cruzeiro do Sul, o Dr. Fernando Luis Vieira Ferreira. 

Sua construção foi concluída com o formato atual em 1911. Foi sede da primeira Prefeitura (Intendência do Alto Juruá) e depois foi repassado ao Poder Judiciário, onde abrigou por décadas os cartórios e o Tribunal de Júri da Comarca. O local tem acervo histórico importante sobre a região.

Centro Cultural em Cruzeiro do Sul. Foto: Edson Fernandes/Secom AC

Casa de 1904

Outro monumento que chama atenção no Centro de Cruzeiro do Sul é a primeira casa particular construída em alvenaria no ano de 1940. O prédio que pertencia ao português e patrão de seringal, Joaquim Maria Ruela, remete ao tempo em que a borracha era a principal atividade econômica da região e responsável por transformações culturais e sociais do estado do Acre.

A casa fica no alto de um morro na área comercial mais movimentada da cidade, ao lado do cais, onde ancoravam as grandes embarcações com mercadorias vindas de Belém (PA) e Manaus (AM), além do trânsito frequente de seringueiros. O local escolhido para a construção, tinha vista privilegiada para o Rio Juruá e representava a superioridade dos patrões da época.

Casa de 1904 fica bem no Centro de Cruzeiro do Sul. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

Arquitetura alemã

O município se desenvolveu pela influência direta de missionários alemães da Igreja Católica. Os religiosos chegaram a partir de 1935 e superaram o isolamento da região do Alto Juruá para construir dezenas de prédios com arquitetura alemã que integram, por exemplo, a Catedral Nossa Senhora da Glória. O monumento histórico tem em sua estrutura, um milhão de tijolos maciços, madeira especial como marfim e o teto de bronze trazido da Alemanha.

Catedral Cruzeiro do Sul. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

Serra do Divisor

Em Mâncio Lima, você pode visitar o Parque Nacional da Serra do Divisor, onde se faz uma verdadeira imersão na natureza. Atualmente , para chegar até lá, é preciso ir a Cruzeiro do Sul e, de lá, seguir para porto de Mâncio Lima, onde saem as embarcações até a unidade de conservação. No local, tem passeios em cachoeiras, buraco central e trilhas.

Serra do Divisor, Serra do Moa, é uma atração no Vale do Juruá. Foto: Paulo Roberto Parente/Arquivo pessoal

Centro de Turismo

O Sesc Cruzeiro do Sul também é uma boa opção, não apenas para a hospedagem, mas também pela experiência. O Centro de Turismo e Lazer está localizado na Rodovia AC 405, km 6, é o maior Centro de Turismo da Região Norte. A área possui 33,4 hectares com lago e floresta com 28 hectares de extensão preservados.

Fica próximo do estádio Arena do Juruá, Balneário Igarapé Preto e o Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul.O centro de turismo, não oferece apenas acomodação, mas também recreações e espaços de lazer. Como o passeio de pedalinhos pelo lago do hotel, sala de jogos, academia, trilha e muito mais. 

O hotel tem 63 acomodações, divididas em três categorias: superior, suíte luxo e suíte premium. Atualmente, alguns serviços estão disponíveis apenas para hóspedes. Reservas e dúvidas podem ser tiradas no site do hotel.

Hotel do Sesc tem opções de lazer e recreação. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

A área do Sesc possui 33,4 hectares com lago e floresta com 28 hectares de extensão preservados. Foto: Tácita Muniz/g1 Acre

*Com informações da matéria escrita por Tácita Muniz, do g1 Acre
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.

Leia também

Publicidade