Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 04 Dezembro 2020

Relatório reúne soluções inovadoras para desenvolvimento sustentável da Amazônia

Relatori_20201030-190944_1

Mais de 20 soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável da Amazônia integram o Relatório do Prêmio SDSN Amazônia 2019, lançado neste mês pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia), em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS). O documento apresenta as iniciativas que concorreram à premiação realizada anualmente pela rede, com o objetivo de reconhecer práticas bem-sucedidas para a resolução dos problemas socioambientais enfrentados na região. Para baixar o relatório, basta acessar o link: abre.ai/relatoriosdsn2019.

O prêmio foi aberto para ações implementadas por organizações da sociedade civil, universidades e institutos de pesquisa de toda a Bacia Amazônica. São projetos inovadores, tecnologias, pesquisas, modelos de negócio, mecanismos institucionais, modelos educativos, instrumentos políticos, entre outras iniciativas, que de alguma forma contribuem para acelerar o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) na região.

"O relatório é uma ferramenta gratuita e de fácil acesso, que tem o objetivo de aumentar a transparência nos processos de premiação e permitir que as pessoas possam conhecer com maior profundidade quais foram as soluções mais inovadoras para a região amazônica", explica a secretária executiva da SDSN Amazônia, Carolina Ramírez Méndez.

No relatório, o público tem a oportunidade saber mais sobre cada iniciativa participante, quais as problemáticas enfrentadas e os impactos alcançados. O país que mais submeteu soluções foi o Brasil, com 11 dos 21 projetos inscritos. O Equador e o Peru estiveram representados com quatro iniciativas cada um, e a Bolívia e a Colômbia tiveram uma proposta submetida. 

Foto: Dirce Quintino

Iniciativa vencedora

A solução "Gastronomia com sabor a conservação", da ONG Amazónicos por La Amazonía (AMPA), do Peru, foi a vencedora do prêmio. O projeto desenvolvido na região de San Martín conserva florestas, contribui para a sustentabilidade financeira de iniciativas de conservação e melhora a qualidade de vida das comunidades peruanas envolvidas.

Além disso, acompanha associações locais na realização e na gestão de áreas de conservação conectando a grande dispensa da Amazônia Andina com a cadeia gastronômica peruana e com cozinheiros renomados nacional e internacionalmente.

A organização vencedora foi premiada com uma viagem para Nova Iorque, nos Estados Unidos, para apresentar o projeto para stakeholders e líderes mundiais, durante o Fórum de Soluções Globais (Global Solutions Forum, GSF), encontro internacional que visa promover soluções integradas, inovadoras e transformadoras para implementar os ODS e o Acordo de Paris em escala global. 

Foto: Matthew J. Pugh

Plataforma de Soluções

O Prêmio SDSN Amazônia foi criado com o intuito de reconhecer o bom trabalho que instituições amazônicas estão realizando em toda a região, considerando os âmbitos social, econômico e ambiental. A primeira edição ocorreu em 2014, na 20ª Conferência das Partes (COP-20) em Lima, Peru.

As iniciativas de maior destaque que participaram das edições do prêmio estão disponíveis na Plataforma de Soluções Sustentáveis da rede, uma ferramenta online, georreferenciada e trilíngue (português, espanhol e inglês), lançada em 2017, para identificar e dar difusão a projetos que trabalham em sinergia com os ODS e que são desenvolvidos nos países amazônicos.

Atualmente, mais de 160 soluções na fase de implementação ou implementadas estão cadastradas na plataforma, associadas aos seus respectivos ODS. A ideia é que iniciativas com potencial de impacto transformador na Amazônia estejam ao alcance de todos. Para saber mais, basta acessar: maps.sdsn-amazonia.org.

Sobre a SDSN Amazônia

A SDSN Amazônia é uma rede que visa integrar os países da Bacia Amazônica, mobilizando universidades, organizações não governamentais, centros de pesquisa, instituições governamentais e privadas, organizações multilaterais e sociedade civil para promover a resolução prática de problemas para o desenvolvimento sustentável da região. A iniciativa faz parte da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável da ONU (UNSDSN) e tem a secretaria executiva realizada pela FAS. 

Veja mais notícias sobre AmazôniaSustentabilidade.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 05 Dezembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/