Ópera em Rede: Fundação Rede Amazônica lança máquinas de reciclagem em Manaus

Até junho, as máquinas vão chegar a vários bairros de Manaus.

Foto: Divulgação/Fundação Rede Amazônica

Em mais uma ação do projeto ‘Ópera em Rede‘, a Fundação Rede Amazônica (FRAM) lançou as máquinas reciclagem – responsáveis por realizar a troca de materiais como garrafas plásticas, de metal ou papelão por brindes.

“Esta é a segunda ação do projeto que chega a pontos estratégicos de Manaus com objetivo de criar o processo de compensação de materiais reciclados instaladas em vários bairros da cidade até junho, com objetivo de conscientizar sobre a importância da reciclagem. Através dessas máquinas, a população poderá depositar resíduos e garantir bônus através de um aplicativo para trocar por livros, por exemplo”, disse a diretora executiva da FRAM, Marcya Lira.

A primeira máquina foi instalada no complexo do Grupo Rede Amazônica (GRAM) localizado no bairro Aleixo na tarde desta sexta-feira (28) e no sábado (29), duas serão instaladas nos supermercados: DB da Paraíba e Empório DB da avenida Recife ambos no Adrianópolis.

Como participar? 

As máquinas possuem uma entrada para o descarte de resíduos, e uma tela com as informações necessárias para o uso como: o que descartar, onde descartar e a contagem de pontos. Para participar basta se cadastrar no aplicativo “Ambipar Triciclo“.

Foto: Divulgação/Fundação Rede Amazônica

Sobre o projeto ‘Ópera em Rede’ 

Em alusão aos 25 anos do ‘Festival de Ópera’, a Fundação Rede Amazônica (FRAM) lançou o projeto ‘Ópera em Rede’, em parceria com a Secretaria de Economia e Cultura Criativa e do Governo do Estado do Amazonas. Com o objetivo de popularizar a ópera através de ações culturais e sociais para pessoas em situação de vulnerabilidade, o projeto é composto por exposição de ópera, pocket shows e ações socioambientais como plantio de árvores, doações de alimentos e uma campanha de combate à fome.

“O projeto vem para popularizar mais o gênero que é muito distante e para comemorar os 25 anos do festival que é tão interessante e que traz tanto brilho para a nossa região. A intenção é levar o ritmo através de ações para pessoas em situação pouco favorável. A gente tem que olhar para a cultura mas pensar na pessoa, então a gente entende que além de levar o acesso à cultura, a gente tem que levar conscientização sobre alguns temas que são relevantes para a fundação”, explica a diretora executiva da Fundação Rede Amazônica, Marcya Lira.

A primeira ação já começou! Uma campanha de combate à fome em parceria com o projeto “Rede do Bem” do Grupo Rede Amazônica foi lançada no AMAZON SAT com objetivo de conscientizar o público sobre o desperdício de alimentos e angariar doações para 16 instituições de apoio ao público em situação de vulnerabilidade social. A campanha vai até junho deste ano.

A lista completa pode ser conferida AQUIPara acompanhar as ações basta seguir as redes sociais da Fundação Rede amazônica: @fundacaoredeam

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Localizado em ilha desabitada, Observatório Magnético no Pará estuda mistérios da Terra

A apenas 12 km da costa de Belém, o Observatório Magnético de Tatuoca estuda o campo magnético e suas influências na vida cotidiana.

Leia também

Publicidade