Amazônia faz parte de “destino piloto” de programa alemão para turismo sustentável

Após assinar memorando com a Embratur em Berlim, principal entidade de turismo da Alemanha ajudará a trazer visitantes do país para conhecer destinos sustentáveis no Brasil.

O Brasil foi o primeiro país no mundo selecionado para participar de um projeto de sustentabilidade no turismo fomentado pelo governo da Alemanha. O memorando de entendimentos foi assinado no dia 7 de março durante a Feira Internacional de Berlim (ITB), principal evento de turismo da Europa, e tem como partes a Embratur e a German Travel Association (DRV), principal associação do setor de viagens da Alemanha, que reúne cerca de 4.500 membros e empresas do setor no país, entre companhias aéreas, rede hoteleira e agências de viagem.

A DRV é membro do programa ‘Plataforma Nacional Turismo do Futuro’, criado pelo ministério alemão de Assuntos Econômicos e Ação Climática (BMWK), e foi designado como o principal parceiro quando se trata de cooperação com destinos internacionais. A plataforma financia ações que confiram sustentabilidade ao turismo praticado dentro do país. O projeto que o Brasil foi selecionado para participar como “destino piloto” agora busca mitigar o impacto do turismo praticado pelo turista alemão em outros países.

O programa vai identificar iniciativas inovadoras sustentáveis em parceria com a WWF em destinos de interesse dos alemães no país, realizar visitas de inspeção nestas localidades e atuar, em parceria com o governo brasileiro e a DRV, com intercâmbio de tecnologia e boas práticas para garantir que todo o impacto do turismo nestas regiões seja positivo para meio ambiente e para as comunidades locais, com geração de empregos e desenvolvimento social.

A terceira etapa é a promoção: o projeto prevê que os destinos qualificados serão considerados prioritários para a venda de pacotes pelas agências e empresas aéreas, o que deve impulsionar a chegada de alemães ao Brasil nos próximos anos. “O objetivo é apoiar ativamente o desenvolvimento de produtos turísticos inovadores e sustentáveis em destinos que atendam ao mercado alemão. O plano é analisar e avaliar produtos turísticos em regiões selecionadas do Brasil”, destaca trecho do memorando de entendimento assinado em Berlim.

Acordo ajudará a acelerar desenvolvimento de serviços turísticos no Brasil com foco na sustentabilidade. Foto: André Netto/Arquivo Embratur

Na parceria, caberá à Embratur, junto com South America Tours (SAT) e WWF, indicar os destinos que já possuam projetos de desenvolvimento sustentável para ofertar ao trade emissor alemão através do programa e também apontar os destinos que despertam grande interesse do mercado internacional, mas ainda precisam avançar na adaptação de suas atividades.

Inicialmente, foram indicados destinos de natureza no Pantanal e na Amazônia, que deverão ser visitados pela comitiva alemã em novembro deste ano. A Embratur também atuará no roteiro e receptivo da comitiva com 15 membros das maiores operadoras de turismo do país.

Do lado alemão, são parcerias do projeto as operadoras de turismo TUI e DER Touristik, a Ong WWF e a companhia aérea Lufthansa. O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, esteve na Alemanha para a assinatura do termo e comemorou o resultado. “Iniciamos o diálogo para que fôssemos o país escolhido para esse projeto há exatamente um ano, quando estivemos aqui na mesma feira ITB. Agora voltamos para o Brasil com essa grande notícia: a principal entidade de turismo da Alemanha, apoiada pelo governo federal, vai nos ajudar a trazer turistas para visitar os destinos sustentáveis de nosso país. Mais que isso, vão nos ajudar a acelerar nosso processo de desenvolvimento de nossos serviços turísticos com foco na sustentabilidade”, disse.

Dados

Maior emissor de turistas da Europa e 2° mundial, a Alemanha é apenas o terceiro país europeu que mais visita o Brasil, atrás de França e Portugal. Em 2023, foram 158.582 turistas alemães em território tupiniquim. O número é 31% maior que no ano anterior, quando o registro foi de 120.670. A previsão para este ano é que os destinos brasileiros recebam 215.336 viajantes do país germânico. Os dados de visitantes do exterior são da Gerência de Dados da Embratur em parceria com o Ministério do Turismo (MTur) e a Polícia Federal (PF).

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Acervo completo da revista científica Amazoniana é digitalizado pelo Inpa

Fruto de convênio do Inpa com o Instituto Max-Planck, da Alemanha, a revista Amazoniana circulou por mais de 40 anos.

Leia também

Publicidade