No Amazonas, professores publicam artigo prevendo alterações na epidemiologia global da malária

O experimento foi elaborado em cenários simulados de mudanças climáticas baseados nos prognósticos do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas.

Com o impacto na epidemiologia das doenças infecciosas, os professores doutores Wilsandrei Cella, do Centro de Estudos Superiores de Tefé (Cest) e Wuelton Marcelo Monteiro, da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), docentes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), recentemente publicaram um estudo no Journal of the Brazilian Society of Tropical Medicine, intitulado ‘Morfometria das Asas de Anopheles aquasalis em Cenários Simulados de Mudança Climática’.

Foto: Reprodução/Agência Brasil

O artigo emerge de pesquisas conduzidas no Laboratório de Ecofisiologia e Evolução Molecular (LEEM) e Centro de Estudos de Adaptações da Biota Aquática da Amazônia (Adapta), sediados no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) em Manaus, sob a coordenação do professor e pesquisador Adalberto Luís Val.

O experimento, conduzido por Wilsandrei Cella, foi elaborado em cenários simulados de mudanças climáticas baseados nos prognósticos do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC).

Segundo o professor, os resultados indicam que as projeções de aumento de temperatura e concentração de CO2 na atmosfera até o final deste século, conforme previsto pelo IPCC, poderá provocar mudanças significativas na epidemiologia global da malária. Isso poderia resultar no surgimento de novas áreas epidêmicas em todo o mundo.

Wuelton Marcelo Monteiro, que também é professor no Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, da Fundação de Medicina tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), reitera a importância dessas descobertas para entender e antecipar os impactos das mudanças climáticas na saúde pública global.

Confira o artigo completo: https://www.scielo.br/j/rsbmt/i/2024.v57/

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.

Leia também

Publicidade