Aos 100 anos, ex-combatente amazonense que lutou na 2ª Guerra Mundial vence a Covid-19

Mário Expedito Neves Guerreiro, venceu a Covid-19. Ele recebeu alta nessa quinta-feira (25), após passar 40 dias internado com a doença

Aos 100 anos de idade, o advogado amazonense e ex-combatente da 2ª Guerra Mundial, Mário Expedito Neves Guerreiro, venceu a Covid-19. Ele recebeu alta nessa quinta-feira (25), após passar 40 dias internado com a doença (veja vídeo acima).

Nascido em Manaus, Mário Guerreiro é o único vivo dos 160 amazonenses que foram para a Itália participar do maior conflito armado da história.

Mário Guerreiro completou 100 anos de idade em 2020. — Foto: Arquivo Pessoal

Sebastião Guerreiro, um dos filhos do ex-combatente, informou que o pai foi diagnosticado com a doença no dia 14 de janeiro. Ele não encontrou leitos disponíveis na rede privada, pois foi o período que Manaus viveu cenas de caos por superlotação de unidades e falta de oxigênio.

Então, Mário foi levado a São Paulo e foi internado no dia 16 de janeiro, no Hospital Alemão Oswaldo Cruz. Ele recebeu alta nessa quinta-feira, e saiu do hospital sob aplausos

Segundo o filho, Mário ainda vai passar alguns dias na capital paulista, para a evolução ser acompanhada pelos médicos.

“Agora está só fazendo fisioterapia. Essa doença é muito ruim, uma coisa agrava a outra, mas ele está bem, graças a Deus. Está consciente, e está mais tranquilo”, informou.

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Choy, comemorou a recuperação do advogado.

“Em meio ao caos… uma notícia boa e de esperança: o colega advogado Mário Guerreiro de 100 anos, a inscrição mais antiga dos quadros da OAB Amazonas recebeu alta, venceu a Covid-19. Mário Guerreiro também combateu na 2ª Guerra Mundial”, declarou, em uma rede social.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Abelhas são fonte de renda extra para agricultores familiares no Mato Grosso

Projeto Semêa, realizado pela Fundação Bunge, incentiva o uso de abelhas para fomentar agricultura regenerativa e de baixo carbono.

Leia também

Publicidade