Ex-governador e ex-primeira-dama do Amazonas são levados à centros de detenção

O ex-governador cassado do Amazonas, José Melo, e a ex-primeira-dama Edilene Gomes foram levados à centros de detenção provisória nesta quinta-feira (4) em Manaus. O casal é suspeito de tentar atrapalhar investigações da Operação Maus Caminhos sobre desvios de dinheiro da saúde no Estado. Eles devem permanecer nos centros de detenção provisória até a Justiça decidir se haverá transferência para algum presídio federal.
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Da floresta ao mercado: negócios artesanais transformam rotina e sustento de indígenas no Amazonas

Empreendedores contam como os pequenos negócios sustentam bases familiares em Manaus.

Leia também

Publicidade