Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 11 Julho 2020
chatbot-health-tech

Mentor: você precisa de um?

Irei contigo onde quer que fores meu senhor Nos últimos anos vivemos um boom no foco em desenvolvimento pessoal, autoconhecimento e atenção plena. Sem dúvidas que ao longo desse tempo muita coisa ruim apareceu e outras muito boas também. Tenho certeza que você já ouviu falar em coaching, mentoria e afins.

Infelizmente, nem sempre essas ofertas são positivas e nem sempre são comercializadas da forma correta. Assim, acabamos por viver uma era em que ninguém faz mais nada e que se permite apenas "ensinar" aos outros como fazer.

Uma outra expressão que tem surgido para fundamentar isso é o dos "empreendedores de palco". Esse termo é usado para falar de pessoas que oferecem fórmulas mágicas e os atalhos para que toda pessoa possa se tornar bem-sucedida. Mas que, no fim das contas, nunca construíram negócios sólidos.
Foto: Reprodução/Shutterstock

Nem preciso aprofundar, mas já sabemos que empreender envolve tanta coisa que não dá para acreditar que exista um padrão certo para todos. Mas tem algo que, para mim, é muito válido nessa história toda. A figura de um mentor. A pessoa que pode servir tanto como guia, quanto conselheiro e até como carrasco.

Abro uns parênteses para dizer que nem sempre esse mentor precisa ser uma referência na sua área também. Mas, certamente, precisa ser alguém que te ajude genuinamente para não perder o foco e atenção no que precisa ser executado e corrigido na sua jornada.

Um mentor vai servir para que você tenha com quem contar, principalmente naqueles momentos mais difíceis em que você perde um pouco a mão e acha que está tudo errado. O mentor não é uma babá. O mentor não vai fazer por você.

Portanto, em alguns momentos ele será duro e direto. Afinal de contas, nem sempre é possível ficar só passando a mão na nossa cabeça.

É parecido com um personal trainer na academia. Quando você sente que não dá mais para fazer uma repetição, ele vai lá e te "empurra" para ir além do que você imagina ser a sua capacidade.

E por que eu estou falando sobre mentoria?

Porque se você procurar na maioria das biografias de pessoas bem-sucedidas, lá você vai encontrar, basicamente, que eles falam as mesmas coisas: que eles tiveram, por perto, alguém que funcionou como guia e suporte nos momentos mais complicados.

O caminho é termos ao nosso redor pessoas com que podemos contar e confiar que irão sempre nos direcionar para as nossas metas e objetivos.

O seu mentor pode ser um amigo, um colega de trabalho ou, até, alguém da sua família. Sem dúvidas que você pode contratar um mentor profissional e assim alavancar os seus resultados.

Mas não se esqueça, o resultado é 99% da sua responsabilidade. Portanto, não se esqueça, sozinho é mais difícil de chegar longe. Esse é o jeito baré de empreender.

Veja mais notícias sobre O Jeito Baré de Empreender.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 12 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection