Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 14 Agosto 2020

Quando começa a sua adaptação digital?

e-commerce

Se você é um leitor assíduo, vai lembrar que falei da resiliência algumas semanas atrás que é uma das habilidades mais importantes que todo empreendedor deve desenvolver. Certamente, essa adaptação só existe quando você é colocado no "fogo".

Lojas virtuais, atendimento virtual e entrega virtual.(Foto:Divulgação)


Com a obrigação de mudar para sobreviver, a primeira lembrança é: adaptação. Obviamente, muitos negócios que oferecem experiências, a personalização e imersão ambiental sofrem com o fechamento dos negócios.

E é agora que precisamos pensar em modelos alternativos de entrega de produtos e serviços. Restaurantes que não faziam entregas passaram a oferecer o delivery, lojas de roupas, de eletrônicos e de diferentes tipos passaram a divulgar o catálogo digital.

Lojas virtuais, atendimento virtual e entrega virtual. O seu negócio pode migrar para essa etapa?

O que você fazia antes da crise que pode ser adaptado aos novos tempos?

Como o seu negócio pode ser relevante e se aproximar do público?

Peço desculpas pelo questionário, mas sem respostas para essas perguntas, fica mais complicado de encontrar soluções.

É curioso pensar sobre a autoanálise. Muitas respostas estão na nossa cabeça e precisamos ter o tempo para que as ideias "fecundem" e ao passar dos dias fazemos a execução do que está só na nossa mente.

Partindo para um plano de ação:

  1. Mostre para os seus clientes que o seu negócio está em um novo modelo de entrega. Divulgue os produtos e serviços com a adaptação para esses dias.

  2. Se aproxime do seu público. Traga conteúdos relevantes. Se possível, realize eventos online mostrando como os produtos/serviços funcionam e servem para esse momento ímpar.

  3. Aumente a sua presença digital. Atualize sua rede social com frequência e não se esqueça de interagir com o público.

  4. Ofereça condições especiais para os clientes que já eram consumidores regulares dos seus produtos.


Como sempre digo, ações simples de execução que já podem tirar o seu negócio da inércia e trazer um novo ânimo para os dias complicados que estamos vivendo.


Não podemos pensar que nossos negócios vão permanecer iguais para sempre. A adaptação é aos poucos, vamos nos acostumando ao cenário. E isso pode ser uma faca de dois gumes. Pois pode ser que deixemos passar algo ruim com isso.


A renovação vem com o tempo e você deve estar disposto a arriscar. O risco é o preço que o empreendedor paga, não tem para onde correr.


Esse é o jeito baré de empreender. 

Veja mais notícias sobre O Jeito Baré de Empreender.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection