Manaus 30º • Nublado
Terça, 26 Outubro 2021

A receita do bolo do empreendedorismo

Eu penso ser curioso esse momento que estamos vivendo. Se a última década foi um boom grandioso sobre as redes sociais e disseminação de conhecimento de forma digital, o último ano foi um absurdo.

Tudo! Absolutamente tudo você pode aprender pela internet. E acho que isso tem criado uma mecânica ruim sobre a realidade. Por causa do charlatanismo. Tem gente ensinando sem saber fazer.

Várias vezes me encontro pensando e em um dilema sobre o que escrever nessa coluna. E, genuinamente, procuro temas e observações sobre aquilo que gostaria de ter ouvido antes. 

Foto: American Heritage Chocolate / Unsplash

É óbvio que o tema empreendedorismo é muito amplo e que isso deveria ser incentivado desde os primeiros anos na escola. Não acho que empreender seja um dom. Certamente existem aqueles que nascem com um perfil mais inclinado a correr riscos.

Mas, mesmo aqueles mais conservadores, podem aprender sobre isso. É aí que faço a pergunta: existe uma receita de bolo para quem quer empreender?

Na cozinha, as receitas são o melhor caminho para você replicar algo feito por outra pessoa com a mesma qualidade. Ou, ainda, repetir várias vezes o mesmo processo.

Para empreender precisamos entender os pré-requisitos para um negócio funcionar. Desde a concepção da ideia, ao controle de fluxo de caixa, ao marketing e as vendas.

Porém, um negócio pode nascer, evoluir e atingir a maturidade sem nunca ter parado para fazer gestão. O problema é que a partir do momento que você observa alguma dificuldade em evoluir, você precisa profissionalizar o seu negócio.

É nessa hora que a receita do bolo pode ajudar. E quais são os ingredientes?

  1. O conceito do negócio: é fundamental avaliar o quanto a sua ideia é boa, rentável e pode gerar crescimento no tempo. Não acho que toda ideia precise ser original, dá para pegar algo que já existe e refinar para atingir um público que precisa daquilo. Porém essa reflexão precisa ser repetida periodicamente. O que você faz/produz/vende/entrega continua sendo bom?
  2. A saúde financeira: tema recorrente por aqui, mas se você não cuida da capacidade de dar eficiência financeira para o seu negócio ele vai quebrar. Pode demorar, mas uma hora essa conta chega. Como você executa os controles de fluxo de caixa?
  3. Vendas: você vai atrás de vender mais ou fica esperando os clientes caírem do céu? Hoje com a internet se tornando uma extensão da vitrine dos negócios é essencial estar atento a essas "modernidades" e gerar gatilhos para o seu negócio ser encontrado nos mecanismos de buscas e redes sociais.
  4. Crescimento constante: parecido com o conceito do negócio. Porém com o viés de novas oportunidades em diferentes segmentos. Um negócio pode ser único e se perpetuar, mas que outras oportunidades você pode abraçar para ampliar o seu portfólio de negócios ou o seu mix de produtos? Buscar novas tendências e surfar essas ondas podem ser interessantes também.

É isso! 

Não é uma receita, é um guia. Mas acredito que pode tirar muita gente da inércia. Não fazer nada é um risco enorme. Se mexa! 

Veja mais notícias sobre O Jeito Baré de Empreender.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 26 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/