Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 23 Setembro 2020

Visando o carnaval, Hemoam convoca doadores de sangue

Visando o carnaval, Hemoam convoca doadores de sangue
O Amazonas já está entrando em clima de Carnaval, a programação de blocos e bandas já está à todo vapor, mas com isso, vem a preocupação dos órgãos de saúde para possíveis acidentes pela capital e interior. Pensando nisso, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) está convocando a população para que compareçam a sede da instituição e realizem a doação de sangue.


Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

De acordo com a assistente social do Hemoam, Noemi Priante, o banco de sangue da Hemoam está normal. O estoque conta com mil bolsas, entre sangue, plaquetas e enzimas, mas ela destaca que tudo pode mudar em questão de segundos. “Não se sabe quando vai ocorrer um acidente grave com várias vítimas, então, isso deixa o nosso estoque vulnerável. As pessoas devem se colocar no lugar das outras, principalmente em época de festa”, afirmou.

A doação é simples, mas exige cautela, principalmente do doador. “Eu sei que muitas pessoas querem ajudar, porém, existem etapas que precisam ser cumpridas. O intuito da doação de sangue é ajudar ao próximo, por isso, enfatizamos quais são as regras da doação. Se você quer ajudar precisa ser sincero com os atendentes”, disse.

Noemi Priante faz um convite aos internautas do Portal Amazônia:


Quem pode doar?
Qualquer pessoa com boa saúde, com idade entre 18 a 69 anos e peso a partir de 50 quilos. O candidato a doação deve estar bem alimentado e munido de documento de identidade. Jovens de 16 e 17 anos podem doar com autorização formal do responsável ou representante legal. Não pode doar sangue a pessoa que:
- Teve hepatite depois dos 10 anos de idade;
- Tem comportamento sexual de risco;
- Usa drogas;
- Teve malária, recebeu transfusão sanguínea ou teve doenças sexualmente transmissíveis nos últimos 12 meses;
- Teve febre nos últimos 30 dias;


Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

Etapas da doação

Recepção de Doadores: Se for a primeira vez, o candidato informa seus dados. Se já for cadastrado, ele apenas os confirma.
Triagem Clínica: Após o cadastro, ele passa por uma avaliação clínica que consta de questionamentos sobre sua saúde. Além disso, são verificados, entre outros itens: peso, pressão arterial e taxa de hemoglobina.Sala de Coleta: Se apto à doação na triagem clínica, o candidato é encaminhado para doar. O material utilizado é totalmente descartável e sem risco de contaminação.
Copa: Após a coleta o doador faz um lanche.
Sorologia: Antes do sangue ser transfundido, ele passa por uma série de exames sorológicos, entre eles: Sífilis, Doença de Chagas, HIV, Hepatites, HTLV I e II, além da tipagem sanguínea.
Fracionamento: O sangue coletado é fracionado em hemocomponentes – Concentrado de Hemácias, Concentrado de Plaquetas, Plasma e Crioprecipitado. Ou seja, com apenas uma doação podem ser atendidos vários pacientes.
Armazenamento do sangue: Enquanto os exames laboratoriais não são liberados, as bolsas ficam adequadamente acondicionadas dentro das condições exigidas pela legislação ministerial vigente.
Distribuição do sangue: Após a liberação dos exames, os hemocomponentes são distribuídos para rede hospitalar pública e privada da capital mediante solicitação médica. O produto também é utilizado no atendimento transfusional do ambulatório do hemocentro.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 23 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/