Manaus 30º • Nublado
Terça, 04 Outubro 2022

Tanque com 90 mil metros cúbicos de oxigênio chega em Manaus

Chegou na cidade de Manaus neste sábado (06) um tanque com 90 mil metros cúbicos de oxigênio, que vai abastecer os hospitais da cidade e unidades de saúde do interior do Amazonas. Essa é a maior carga de oxigênio líquido já transportada por via marítimo-fluvial, em uma operação que envolveu a Marinha do Brasil, a Petrobras e a empresa White Martins. 

A operação faz parte da estratégia para equalizar o abastecimento de oxigênio da rede hospitalar do Amazonas, traçada pelo comitê de crise instalado pelo Ministério da Saúde (MS) em Manaus, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Foto: Caio de Biasi/Especial para o Ministério da Saúde

A capital amazonense apresentou, no mês de janeiro, um crescimento de 300% do consumo do produto e isso provocou um colapso no abastecimento, que está sendo enfrentado por operações realizadas por estradas, rios e em aviões, transportando o produto para Manaus.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vem conduzindo as ações para a solução da crise, não somente com as operações de abastecimento, mas também com a instalação, nos hospitais, de usinas de produção de oxigênio. Dessa forma, espera diminuir a dependência das unidades de saúde do abastecimento externo.

A carga da White Martins chegou a Manaus no Porto Encontro das Águas, neste sábado (06), depois de percorrer 4,4 quilômetros por mar, de São Paulo a Belém, e mais 1,6 quilômetro por rio, de Belém a Manaus, e foi recebida pelo superintendente do Ministério da Saúde no Amazonas, Paulo Ricardo Lima Loureiro.

No primeiro percurso, a carga foi transportada pelo Navio-Patrulha Oceânico. No segundo percurso, depois de içado e transferido para uma balsa dedicada, com capacidade de carga de 500 toneladas e de passar pelo processo de resfriamento, o tanque foi abastecido com oxigênio líquido. A balsa seguiu com destino a Manaus, com escolta do P121 e do Navio-Patrulha Fluvial Roraima, da Marinha.

A operação para trazer o tanque até Manaus contou também com o apoio das empresas Petrobras, Santos Brasil, Ecovias e Companhia Docas do Pará (CDP), segundo informou a White Martins.

Já aportado em Manaus, o oxigênio está sendo transferido para veículos menores da White Martins, que conseguem acessar os hospitais e fazer o abastecimento do produto. A operação deve durar até três dias. Assim que os veículos são abastecidos com oxigênio, eles são direcionados para distribuição do produto na região.

De acordo com a empresa, após a retirada do produto em Manaus, o tanque permanecerá embarcado na balsa e retornará ao Porto de Belém, para que a operação seja repetida, continuamente, enquanto for necessário.

Veja mais notícias sobre CidadesSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 04 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/