Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 14 Agosto 2020

Pará tem 26 casos confirmados para o covid-19; e registros de transmissão comunitária

covid-19-agencia-par
"Oficialmente, nós declaramos que o Pará passa a ter transmissão comunitária", informou o governador do Estado, Helder Barbalho, no início da transmissão ao vivo, que realizou no fim da tarde desta segunda feira (30), direto do Palácio do Governo. O Boletim Epidemiológico de hoje foi fechado por volta das 18h, quando a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou mais seis novos casos positivos de Covid-19, dos quais dois não viajaram, não sendo possível identificar a origem da transmissão. Até hoje, o Pará tem 26 casos confirmados da doença, 688 casos descartados e 47 em análise.
A transmissão comunitária do novo Coronavírus já foi confirmada em território paraense. (Foto:Foto: Marco Santos / Agência Pará)

O secretário de Estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame, explicou que a partir de agora os números de casos confirmados devem aumentar, tornando ainda mais importante as medidas restritivas de isolamento e distanciamento social. "Temos dois homens, um de 53 e outro de 34 anos, que deram resultado positivo. São sintomáticos, coletaram as amostras e não conseguem identificar quem, dentro de seus contatos, possa ter lhes contagiado. Do ponto de vista prático não muda nenhuma medida. A sua autoproteção e a de seus familiares continua sendo essencial", ressaltou o secretário.


Prorrogação da suspensão de aulas 


 Helder Barbalho também anunciou que foi prorrogado, por mais 15 dias, o período de suspensão de aulas na rede estadual de ensino. De acordo com o Decreto nº 609, assinado no último dia 16 de março, as aulas ficariam suspensas até 31 de março. Mas a medida restritiva, que tem o objetivo de proteger a população da disseminação do novo Coronavírus, foi revisada em reunião com o Conselho Estadual de Educação e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A prorrogação passa a valer a partir de 1º de abril (quarta-feira).


"Estamos ampliando o prazo de suspensão das aulas da rede pública, nos ensinos fundamental, médio, técnico e superior. Portanto, será mantido até o dia 15 de abril", reiterou o governador.


Todos em Casa pela Educação 


Nesta segunda-feira (30) começaram a ser transmitidas as aulas do Programa Todos em Casa pela Educação, pela TV Cultura e internet. O aplicativo do programa foi baixado 9 mil vezes. A aula virtual também foi transmitida pelo Facebook da TV Cultura, assistida por 16 mil usuários, ao vivo.


O Programa é uma parceria entre o Sistema Educacional Interativo da Seduc e a Fundação de Radiodifusão do Pará (Funtelpa), onde funciona a TV Cultura. Professores transmitem o conteúdo pedagógico explorando os recursos interativos e de imagem, para tornar as aulas mais atraentes. Tudo com participação, on-line, dos alunos. As aulas são ministradas das 15h30 até 17h30, divididas em dois blocos, um para o ensino fundamental e outro para o ensino médio.


Helder Barbalho e Alberto Beltrame voltaram a ressaltar a importância do isolamento e distanciamento social. (Foto:Marco Santos/Agência Pará)

Voo do Suriname


O governador voltou a falar sobre o voo oriundo do Suriname trazendo brasileiros, anunciado que a aeronave deve chegar a Belém na tarde desta terça-feira (31). "Eu falei com o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, para que o governo federal tomasse as providências a respeito dos passageiros que não são paraenses. Que fosse dada uma solução para que essas pessoas possam seguir com segurança até seu destino final", ressaltou Helder Barbalho, lembrando que o Governo do Pará já apresentou à Justiça Federal uma Ação Cautelar para que a União seja obrigada a viabilizar essa logística.

Embora a aeronave tenha capacidade para 128 passageiros, até o momento foram confirmados 78 passageiros no voo, sendo 44 paraenses.

Em relação aos paraenses, o Estado deve recepcioná-los ainda no Aeroporto Internacional de Belém para identificar o quadro de saúde de cada um. Quem apresentar sintomas será encaminhado para exames. Quem não tiver sintomas vai assinar uma declaração, se responsabilizando a ficar em casa em quarentena. "Se infringir a lei, será responsabilizado. Iremos monitorá-los", afirmou Helder Barbalho.


Via SMS


O governador também informou que os trabalhos de instalação dos hospitais de campanha começam nesta terça-feira (31), e anunciou uma parceria firmada com todas as operadoras de telefonia que atuam no Estado para o envio de mensagens, via SMS, a todos os celulares, dando informações e orientações de combate ao novo Coronavírus.

Essa parceria é a primeira desse tipo no Brasil, celebrada em função da pandemia de Covid-19.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection