Manaus 30º • Nublado
Domingo, 02 Outubro 2022

Mudanças climáticas afetaram mais da metade de todas as empresas na Colômbia

Mudanças climáticas afetaram mais da metade de todas as empresas na Colômbia
Foto: Reprodução/Fotos Públicas
No começo do mês de abril o município de Mocoa, a sudoeste da Colômbia, sofreu diversos desabamentos causados por chuvas intensas na região deixando mais de 200 mortos. Segundo Martin Santiago, chefe da ONU para a Colômbia, "mudanças climáticas estão gerando muitas dinâmicas. Vemos os resultados tremendos desde o ponto de vista da intensidade, da frequência e da magnitude destes efeitos naturais, como o que acabamos de ver agora em Mocoa". Esta semana relatório do governo colombiano mostra os impactos das mudanças climáticas na economia local.

Publicado pelo Departamento Nacional de Planejamento da Colômbia, junto à Missão Crescimento Verde, o documento mostra que cerca de 66% das empresas colombianas foram afetadas pelas mudanças climáticas. Desse total, 62% pertencem ao setor de serviços e indústria e 49% são consideradas grandes empresas.

A Missão de Crescimento Verde é uma iniciativa do governo colombiano para diminuir os impactos ambientais das empresas do país. Ao todo foram entrevistadas mais de 150 empresas em todas as regiões do país. Os dados mostram que 92,7% dos entrevistados afirmam ter implementado nos últimos cinco anos programas de reciclagem e utilização de resíduos sólidos. Além disso, 77,5% disseram ter reduzido o uso e utilizam de forma mais eficaz a água, nos últimos cinco anos.

Segundo Hernando José Gómez, diretor do Departamento Nacional de Planejamento (DNP), a pesquisa mostra como os executivos estão mudando o foco de suas estratégias, direcionando-os para o crescimento verde. "Isso claramente demonstra que as empresas da Colômbia estão começando a entender melhor o impacto das questões ambientais e mudanças climáticas em suas cadeias de valor e competitividade", disse Gómez.

Segundo a pesquisa, as três principais razões para que empresários realizem mudanças ambientalmente amigáveis são a questão da regulamentação atual ou futura, os danos à sua reputação ou imagem corporativa, e os custos reduzidos.

"Claramente, a agenda de negócios está mudando. Empresários colombianos começaram a ver não só a necessidade, mas a relevância de desenvolver certas estratégias para o crescimento verde. Elas [empresas] pretendem alcançar a harmonia entre os objetivos de crescimento e melhoria bem-estar social e econômico, a preservação do capital natural, resultando em sustentabilidade na estratégia de desenvolvimento a longo prazo ", disse Gómez.

As alterações climáticas, de acordo com a pesquisa, foram fatores determinantes para este tipo de mudança estrutural. 78% dos empregadores pesquisados ​​disseram que as mudanças climáticas podem representar um aumento nos custos relacionados ao negócio entre 5% e 20%.

O resultado é de que até o momento mais de 80% das empresas estão levando em conta na produção de estratégias avaliações de impacto ambiental (84,8%), acesso e uso eficiente da água (81 , 5%) e o acesso e uso eficiente de energia (80,8%).

Esta pesquisa revela a maneira em que os empresários já estão a tomar medidas em face da conservação de recursos, o ambiente em linha com a sustentabilidade de seus negócios. Das empresas pesquisadas 72,8% dizem ter reduzido o uso e utilizar eficientemente os recursos naturais, 61,6% têm desenvolvido programas de eficiência energética, 60,3% têm desenvolvido programas de conservação e recuperação ambiental e 53,6% reduziram as emissões de gases de efeito estufa nos últimos 5 anos.

"Estes números revelam que o setor empresarial está cada vez mais consciente de que os desafios da sustentabilidade começam a ser protagonistas no planejamento de suas estratégias de negócios, tenho a certeza de que mais vai encontrar ações específicas para promover o crescimento verde" disse Gómez.

Veja mais notícias sobre Internacional.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 02 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/