Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 03 Agosto 2020

Operação do Ibama apreende mais de 18 toneladas de pescado no interior do Amazonas

Operação do Ibama apreende mais de 18 toneladas de pescado no interior do Amazonas
Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreendeu mais de 18 toneladas de peixes e carnes de animais silvestres no interior do Amazonas. Carnes podres de boto, jacaré e gado eram usadas como isca para captura da piracatinga. 
Foto: Divulgação/Ibama
Segundo o órgão, a operação que iniciou no dia 11 de fevereiro e terminou nesta quarta-feira (20) tinha como foco a pesca na região do Alto Solimões, e passou pelo municípios de Atalaia do Norte, Tabatinga, Benjamin Constant, São Pelo de Olivença, Amaturá e Santo Antônio do Içá.

A pesca da piracatinga está em moratória devido o uso de carne de botos para captura do peixe, onde os pescadores caçam os botos, que já estão na lista de animais ameaçados de extinção, e com a carne podre, usam como iscas na pesca da piracatinga.
Foto: Divulgação/Ibama
Entre as constatações do Ibama estavam a de armazenamento ilegal do pescado, pesca do pirarucu, que é proibido o ano todo, além de outros peixes em período de defeso, como o tambaqui, o surubim, caparari, aruanã, matrinxã e outros.

Ainda segundo o Ibama, os destinos do pescado apreendido seriam o Peru e a Colômbia. Os fiscais do órgão ainda apontam fraude na exportação do peixe, e encaminharam para a Receita Federal as constatações.
Foto: Divulgação/Ibama

Além do pescado, carne de caça também foi apreendida nas feiras de Tabatinga, e a prefeitura da cidade, notificada. E mais de 56 mil m³ de madeira foram apreendidas e 3 serrarias embargadas, e mais de 5 mil litros de combustível foi apreendida por estar sendo vendido de forma inadequada e ilegal.

No total, foram apreendidas:

10 toneladas da piracatinga;
4 toneladas pirarucu;
4,6 tonelada de peixes em defeso;
100 quilos de carne de caça;
56,846 m³ de madeira, tendo três serrarias embargadas;
5.450 litros de gasolina. 
Foto: Divulgação/Ibama
Todo o pescado apreendido foi doado para instituições de caridade e a madeira repassada para Defesa Civil. A operação teve o apoio da Polícia Federal.

A equipe de reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Tabatinga, que informou ter sido notificada na última segunda-feira (18), e que realizará uma reunião nesta sexta-feira (22) com os permissionários das feiras para tratar da questão.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 03 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection