Manaus 30º • Nublado
Quarta, 27 Outubro 2021

Indígenas denunciam invasão de madeireiros em território tradicional em Rondônia

Indígenas denunciam invasão de madeireiros em território tradicional em Rondônia
Uma nota pública da Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé e da Associação do Povo Indígena Uru-eu-Wau-Wau afirma que os direitos desses povos estão sendo violados.

Segundo as entidades, são constantes as invasões de madeireiros, grileiros e garimpeiros nos territórios indígenas.

As associações pedem mais estrutura para Coordenação Regional da FUNAI em Ji-Paraná. Cobram ainda mais fiscalização e apoio do Ibama, ICMBio e autoridades policiais.

Na última semana, indígenas queimaram um dos tratores dos madeireiros. Eles afirmam que a atitude radical ocorreu porque estão cansados de esperar por providências para a retirada de aproveitadores do território. 
Foto: Reprodução/Kanindé
De acordo com a Funai, a Coordenação Regional recebeu a denúncia de que madeireiros estariam entrando na aldeia Alto Jaru para retirar madeira cerrada da Terra Indígena. Dois servidores foram designados para acompanhar a situação. Com apoio do Batalhão da Polícia Militar Ambiental de Ji-Paraná, o grupo se deslocou para a Terra Indígena, mas os madeireiros já haviam se retirado da área.

Os indígenas destacam que a Terra Indígena Uru-eu-wau-wau e o Parque Nacional de Pacaas Novos são responsáveis pela maior biodiversidade de Rondônia. Nascentes dos 17 principais rios do Estado estão na região. Lá também vivem três etnias indígenas e outros três grupos de povos isolados, ainda sem contato com a sociedade.

O Ibama não respondeu ao pedido de informações da nossa reportagem sobre as ações de fiscalização na área.

Leia a nota na íntegra

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/