Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 24 Setembro 2020

Consciência Limpa: parceria entre Instituto Soka, Panasonic, SEMED e FRAM prevê plantio de 3 mil mudas em Manaus

Um contraditório, Manaus está no meio da Floresta da Amazônica, a maior do mundo em biodiversidade, mas é uma das capitais brasileiras com menor índice de arborização. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade está na antepenúltima posição, tendo apenas 23,90% dos domicílios em área urbana ordenada com a presença de arborização.

Nesta segunda-feira (16), um acordo firmado entre o Instituto Soka, Panasonic, Secretaria Municipal de Educação de Manaus (SEMED) e Fundação Rede Amazônica (FRAM), durante uma cerimônia na Casa Mamãe Margarida, zona Leste da cidade, deu início a um programa de arborização nas escolas municipais de Manaus, através dos projetos Consciência Limpa, da FRAM, e Sementes da Vida, do Instituto Soka. 

Termo de Cooperação entre SEMED, Fundação Rede Amazônica, Instituto Soka e Panasonic. (Foto:William Costa/Portal Amazônia)

Com o projeto de Arborização Escolar se pretende fazer o plantio de mudas de árvores nativas de paisagismo e frutíferas, em escolas da rede municipal de Manaus. Segundo Gina Gama, coordenadora do Ocas do Conhecimento Ambiental da SEMED, as parcerias com as instituições vão somar aos esforços que já são desenvolvidos nas escolas municipais.

"Nós entendemos, enquanto educadores, que precisamos nos unir nesta grande cruzada por um ambiental saudável nosso e da cidade. Então, essa parceria, tem tudo para dar certo. Vamos desenvolver em 306 escolas nossas. Já desenvolvemos nas 15 creches municipais, e eu tenho certeza que vai exitoso e todos vão ganhar, inclusive o planeta", conta.

Para o diretor-presidente do Instituto Soka, Akira Sato, o momento da parceria é objetivar o êxito nas ações dos projetos, e ser o fomentador das mudas nessa ação.

"Através do ato de plantar uma árvore, representamos a força da parceria, da união e do sentimento de que todos nós somos iguais e vamos vencer não importa as adversidades. E nossa atuação começa quando definimos as matrizes nas florestas e fazemos a coleta de sementes, análises e produzimos as mudas, que tem sua rastreabilidade e ao plantarmos fazemos o georreferenciamento das árvores", pontua Sato.

A Pananasonic, representada pelo chefe de Administração, Maurício Buzaglo, também soma esforços no projeto de arborização.

"Já somos parceiros do Instituto Soka, no plantio de mudas em Manaus. Recentemente realizamos ações na área do Aeroporto de Manaus e nosso objetivo é multiplicar e ter a consciência e responsabilidade de cuidar do meio ambiente", pontuou.

Para a presidente da Fundação Rede Amazônica, Cláudia Daou Paixão e Silva, o pontapé com o projeto a partir da Casa Mamãe Margarida, mostra a importância das crianças nessa ação.

"É importante essa parceria, e começarmos pela Casa Mamãe Margarida, um espaço pelo qual a família Daou tem um carinho todo especial, e poder ver que as crianças serão os instrumentos da disseminação da ideia para os familiares, nos deixa muito felizes", disse a presidente.

Ao todo, serão 10 parceiros, que fomentarão o plantio de 3 mil árvores em 306 escolas da rede municipal atingindo uma média de 240 mil alunos de Manaus, dentro do projeto Consciência Limpa - Arborização Escolar, que ajudará não só com a arborização da cidade, mas também com a redução no calor, com as altas temperaturas, que vem batendo recordes a cada ano.

As mudas que serão usadas no plantio são de espécies da flora e fauna amazônica, entre frutíferas, madeireiras e medicinais, e a previsão do projeto é de que cerca de 489 mil quilos de dióxido de carbono (gás carbônico), deixem de ser emitidos na atmosfera, ajudando na redução do efeito estufa.

Começar o projeto pela Casa Mamãe Margarida, que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e com vínculos familiares rompidos, foi celebrado pela equipe técnica. Segundo a gestora do abrigo, Rose Vieira, na filosofia da instituição é prezado por esse cuidado.

"Temos aqui meninas em situação de vulnerabilidade social e que precisam ser assistidas. Trabalhamos a filosofia salesiana, onde prezamos pela razão, religião e o amor", disse a gestora.

(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
Panasonic. (Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
SEMED. (Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
Instituto Soka. (Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
(Foto:William Costa/Portal Amazônia)
Consciência Limpa

O projeto Consciência Limpa da FRAM tem como principal objetivo conscientizar e discutir questões ambientais, que impactam na qualidade de vida da nossa região. Suas ações buscam despertar a consciência de preservação e bons hábitos ambientais por meio de mutirões de limpeza, intervenções urbanas em geral, distribuição de mudas, plantios, palestras educativas nas escolas, oficinas e outras ações que possibilitem a integração com a comunidade, visando o desenvolvimento sustentável da região.

Sementes da Vida

O projeto Sementes da Vida do Instituto Soka atua na arborização da cidade, através do cultivo e plantio de sementes nativas de árvores em extinção ou em estado de vulnerabilidade

Arborização Escolar

O projeto torna-se também uma forma de educação para a sustentabilidade nas escolas de ensino fundamental, integrando vários atores do ecossistema ambiental, cumprindo assim os objetivos das Nações Unidas através dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), além de adotar iniciativas necessárias e urgentes de melhorar a qualidade de vida da cidade, alcançando um público que está em formação social, como os alunos da rede municipal de ensino.

Veja mais notícias sobre Meio AmbienteFRAM.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 25 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/