Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 26 Fevereiro 2021

Hospital Regional do Baixo Amazonas está entre os melhores do País pelo 6º ano

Após um ano desafiador e de enfrentamento à pandemia da Covid-19, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, conquistou a renovação da certificação nacional de excelência em seus atendimentos. Com atendimento 100% no Sistema Único de Saúde (SUS), a unidade faz parte de um seleto grupo no Brasil – há seis anos consecutivos – que detém o certificado ONA 3 Acreditado com Excelência.

Concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o título é conferido ao hospital após avaliação de minuciosos processos internos. Além de requisitos assistenciais e de segurança, a organização também avalia a atuação da gestão hospitalar na saúde dos pacientes.

A avaliação no HRBA foi realizada nos dias 25, 26 e 27 de janeiro, pelo Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), associada à ONA. Ao todo, foram auditados mais de 2 mil requisitos internos do hospital, que confirmaram novamente o certificado ONA 3 Acreditado com Excelência. Com o título, o Hospital Regional do Baixo Amazonas permanece entre as melhores unidades de saúde do país.

Pertencente ao Governo do Pará, o HRBA busca aprimorar seus ciclos de maturidade institucional no atendimento aos usuários do SUS. Desde março de 2020, a unidade é referência para o tratamento da Covid-19 na região Oeste do Pará. Já foram realizados mais de 2 mil atendimentos relacionados aos casos suspeitos ou confirmados da doença.

A certificação pela ONA foi concedida pela primeira vez ao Regional do Baixo Amazonas em 2015. De maneira periódica, a ONA realiza auditorias anuais nas unidades de saúde com o intuito de obter um diagnóstico objetivo do desempenho de processos e atendimento de requisitos, com foco na qualidade efetiva dos serviços prestados, cumprimentos à legislação e gestão integrada.

"Entre as nossas diretrizes, temos como objetivo a evolução constante dos nossos processos. O gerenciamento integrado, participação dos colaboradores e rotinas de trabalho adequados se tornam fundamentais no alcance dos resultados que buscamos continuamente", ressalta Hebert Moreschi, diretor Hospitalar do HRBA.

Foto: Sidney Oliveira / Agência Pará

Projetos assistenciais e de humanização – Referência para uma população de 30 municípios, somando ao todo mais de 1 milhão de habitantes, o Regional do Baixo Amazonas vem desenvolvendo diversas ações voltadas à pandemia.

O hospital lançou um projeto inédito de assistência oncológica aos pacientes em domicílio. O "HRBA Na Sua Casa" proporcionou mais conforto aos usuários que fazem tratamento contra o câncer, diminuindo o risco de infecções e auxiliando na gestão de leitos no pronto atendimento.

A unidade também tem como destaque a realização de visitas virtuais dos familiares aos pacientes em isolamento, além do corredor de palmas para os recuperados do novo coronavírus.

Com o projeto "Espalhe o Bem", mensagens de otimismo são divulgadas pela rádio hospitalar interna aos profissionais da linha de frente no enfretamento à Covid-19.

"Essas iniciativas também fazem parte da avaliação feita pela ONA, além das ações do HRBA na comunidade, responsabilidade ambiental e humanização no enfrentamento à pandemia", detalha Deusilene Pontes, gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente.

Outro ponto positivo foi a implantação do Laboratório de Biologia Molecular (Labimol), entregue em julho do ano passado. O espaço contribuiu para a realização do teste RT-PCR para identificação dos casos de coronavírus na região.

O Labimol permaneceu no HRBA até o início de janeiro de 2021. Atualmente, está sob responsabilidade da Ufopa e localizado nas dependências da universidade.

Certificações – A metodologia da ONA certifica as unidades de saúde em três diferentes níveis de abrangência: ONA 1 – Acreditado; ONA 2 – Acreditado Pleno e ONA 3 – Acreditado com Excelência.

A acreditação do HRBA iniciou em 2012, quando conquistou a certificação ONA 1 Acreditado. Em outubro de 2013, apresentou um significativo crescimento e evolução de serviços, conquistando a ONA 2 Acreditado Pleno. No ano de 2015, se tornou o primeiro hospital público da região Norte a obter a avaliação máxima, ONA 3 Acreditado com Excelência.

A unidade já conquistou a recertificação Acreditado com Excelência em 2018 e, desde então, passa por auditorias periódicas e recertificações que atestam a qualidade assistencial do HRBA.

Outras unidades no Pará também já conquistaram as certificações pela ONA. São elas: Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo (ONA 3), Hospital Público Estadual Galileu (ONA 3), ambos em Belém, Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (ONA 2), em Ananindeua, e Hospital Regional Público da Transamazônica (ONA 3), em Altamira.

Atendimentos em 2020 – Reconhecido entre os melhores hospitais públicos do Brasil e referência em áreas como oncologia, neurocirurgia e ortopedia, o HRBA realizou 917.262 mil atendimentos no ano passado – foram 3,8 mil a mais na comparação com o ano de 2019.

O Regional do Baixo Amazonas é referência no Norte do Brasil para o tratamento contra o câncer. Também é referência no ensino e pesquisa, sendo credenciado pelos Ministérios da Saúde e da Educação, como Hospital de Ensino.

Veja mais notícias sobre NotíciasParáSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 26 Fevereiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/