Manaus 30º • Nublado
Domingo, 21 Abril 2024

Presidente Roberto Cidade destaca reforço na Segurança Pública com a entrega da Base Arpão 2 e de viaturas para o Corpo de Bombeiros

WhatsApp-Image-2024-01-04-at-13.12.31

Ciente da importância de mais investimentos na segurança pública do Estado, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), comemorou as entregas feitas pelo Governo do Estado, nesta quarta-feira, 3/1. Em solenidade realizada no Porto de Manaus, o governador Wilson Lima fez a entrega da Base Fluvial Arpão 2, de viaturas do Corpo de Bombeiros e equipamentos de combate a incêndios que serão destinados para municípios do interior do Amazonas.

Além da base Arpão, que terá capacidade para 60 agentes das Forças de Segurança embarcados, foram entregues outras duas bases fluviais menores, com capacidade para 30 agentes de segurança, que irão auxiliar no combate ao tráfico de drogas, ao roubo de combustível, de cargas e a crimes ambientais. A Base Fluvial Arpão 2 irá funcionar como uma delegacia flutuante na calha do rio Negro.

Foto: Herick Pereira

"Essa é uma entrega extremamente importante e que vai melhorar, substancialmente, o sistema de Segurança Pública do Estado. A Base Arpão 2 se somará à Base Arpão 1 para combater os crimes nos rios. Ela percorrerá o Baixo Amazonas e subirá a calha do Madeira. Vai bloquear aquelas áreas de passagem de tráfico de drogas e muitas vezes de furto de combustível. Além disso, o governador Wilson Lima fez várias entregas de veículos para compor o quantitativo do Corpo de Bombeiros. São mais de R$ 8 milhões em entregas de veículos novos e equipamentos modernos para atender a capital e o interior",

falou.

Cidade destacou ainda a participação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) no processo de reestruturação da Segurança Pública do Estado. "Aprovamos a Lei Orçamentária Anual (LOA), em que tivemos emendas para Segurança Pública. Acredito que é dessa forma que conseguimos melhorar. Fazendo investimentos, fazendo entregas e hoje estamos na Aleam contribuindo com isso também. O ano está começando da melhor forma possível, com o Governo Estadual fortalecendo a segurança do nosso Estado, viabilizando mais segurança para os nossos rios e para a nossa capital, Manaus", completou.

De acordo com o governador Wilson Lima, algumas das principais enfrentadas na Segurança Pública são o narcotráfico, a biopirataria e os barrigas d'água, no entanto, a partir dos investimentos e das estratégias de segurança que começam a ser implementadas, a expectativa é que o Amazonas continue sendo um dos principais estados brasileiros com o maior número de apreensões de drogas no País. Conforme Lima, a Base Arpão apreendeu mais de R$ 254 milhões desde que começou a operar em 2020. Só no ano passado, o narcotráfico teve prejuízo de mais de R$ 80 milhões.

"Agradeço o empenho do deputado Roberto Cidade, na Aleam, que conhecedor da realidade na Calha do Madeira não tem medido esforços para nos auxiliar no combate ao narcotráfico, à biopirataria e aos barrigas d'água. A Base Arpão 2 vai ficar localizada na boca do rio Branco, que faz ligação com o estado de Roraima. Além dela, estamos entregando outras duas bases fluviais, que ficarão onde há muita ocorrência de roubo de combustível e tráfico. Estamos, a partir de agora, em todas as calhas com lanchas blindadas e policiais armados com armamento pesado. Temos dado prejuízo ao crime organizado. Desde 2019 mais de 110 toneladas de drogas foram apreendidas e, somente no ano passado, 26 toneladas foram apreendidas",

reforçou.
O governador também lançou hoje uma nova fase da "Operação Impacto", que visa fiscalizar de forma ostensiva bairros de Manaus com grande incidência de violência. "Vamos fechar bairro por bairro em Manaus. Veículo clonado, roubado, envolvido em crime. Tudo será fiscalizado. Vamos fortalecer a presença da polícia na comunidade e assim dar tranquilidade para a população. Vamos sufocar o tráfico e o crime no estado do Amazonas", afirmou.

Assim como a Base Fluvial Arpão 1, a Base Fluvial Arpão 2 reúne de forma integrada agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil e Força Nacional. As Bases funcionam como pontos de fiscalização permanente. As embarcações que navegam pelos rios do Amazonas são obrigadas a parar nelas e durante as abordagens são realizadas revistas para constatar possíveis crimes relacionados a drogas, meio ambiente, mercadorias ilegais, documentação dos veículos de transporte, entre outros.

A Base Arpão 2, assim como a 1, também será coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). 

Veja mais notícias sobre Especial Publicitário.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 21 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/