Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 06 Agosto 2020

Pesquisa da Ufam sobre música indígena da Amazônia é publicada em revista da Califórnia

WhatsApp-Image-2020-04-09-at-12.48.56
Agenor Vasconcelos, doutorando em Antropologia PPGAS-UFAM. (Foto:Ricardo Gonzalez)

O Kuximawara, música popular indígena do Noroeste Amazônico, é tema de artigo publicado na revista científica californiana "Diagonal: An Ibero-American Music Review". O texto é assinado por Agenor Vasconcelos, doutorando em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Amazonas (PPGAS-UFAM).


Com o título 'Música kuximawara entre os povos indígenas do Noroeste Amazônico: a ética-estética de Jurupary/Biisiuaplicada à música popular', o artigo parte do trabalho de campo desenvolvido pelo doutorando com músicos populares indígenas de São Gabriel da Cachoeira (AM). Vasconcelos explica que dados apresentados pelos interlocutores demonstram como a música popular articula conceitos e práticas muito antigas do pensamento indígena do povo Yepá-mahsã.

"O trabalho é resultado da minha tese de doutorado. Busca-se entender a música kuximawara a partir de uma musicologia indígena, baseada nas cosmologias e narrativas mais antigas, em especial as que se referem a Jurupary (ou Biisiu, para o povo Yepamahsã). É a partir desse personagem mitológico que as explicações se fundamentam. E a "alma" dos instrumentos é uma tradução para a ideia de que os instrumentos possuem uma relação ancestral com Jurupary", explica o doutorando.

Vasconcelos pontuou que a comunicação com a equipe da revista se deu no programa de Doutorado Sanduiche-Capes, que realizou no Departamento de Música (Musikwissenschaft) da Universidade de Viena, Áustria, por sugestão do supervisor e orientador do estágio Julio Mendívil.


"Publicações como esta cumprem uma exigência da Capes de internacionalização cada vez maior das universidades federais brasileiras. Além de que é dever do pesquisador socializar o resultado de suas pesquisas", explicou o estudante.

A 'Diagonal: An Ibero-American Music Review' é a revista on-line do Centro de Música Ibérica e Latino-Americana da Universidade da Califórnia, em Riverside e tem o objetivo de destacar as pesquisas mais recentes sobre o patrimônio musical da Península Ibérica e da América Latina. Busca ultrapassar fronteiras disciplinares e regionais, aceitando textos em espanhol, português ou inglês de estudiosos em musicologia, etnomusicologia e disciplinas relacionadas. 


Simpósio no México

A música indígena do Noroeste Amazônico também se fez presente entre os dias 9 e 13 de março no I Simpósio ICTM LatCar 2020, na Faculdade de Música da Unicach, em Tuxtla Gutiérrez, México.


Durante o evento, Vasconcelos apresentou sua pesquisa em um painel sobre música indígena com presença de pesquisadores de diversas universidades.

Agenor Vasconcelos defendendo o artigo no I Simpósio ICTM LatCar 2020, na Faculdade de Música da Unicach, em Tuxtla Gutiérrez, México. (Foto:Ricardo Gonzalez)

"A participação foi importante para firmar as parcerias criadas na Universidade de Viena. Em diálogo final, refletimos que os todos os trabalhos sobre música indígena naquele painel buscavam apresentar evidências para desqualificar a tese do atual governo brasileiro, de uma cultura indígena que está em vias de se acabar, e demonstrar a sofisticação e eficiência da musicologia indígena, que resiste a anos de investida colonial" pontua Vasconcelos.


O pesquisador avisa que a série de publicações sobre a música kuximawara continua no próximo semestre com um artigo, em inglês, a ser publicado na International Review of the Aesthetics and Sociology of Music, revista da sociedade musicológica da Croácia desde os anos 1970 (https://www.jstor.org/journal/intereviaestsoci).


Acesse a publicação: https://escholarship.org/uc/item/32c8c4xt

Assista um vídeo com a música kuximawara

Veja mais notícias sobre AmazôniaEducação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 06 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection