Manaus 30º • Nublado
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Tríplice fronteira busca estreitar laços econômicos na Expoferr 2022 em Roraima

Fomentando o mercado tri-fronteiriço local, o Brasil, a Venezuela e a Guiana estreitarão os negócios internacionais durante a Expoferr 2022 – 41ª Exposição-Feira Agropecuária de Roraima, que acontece de 11 a 15 de novembro no Parque de Exposições Dadãezinho, localizado no Monte Cristo, zona Rural de Boa Vista.

Um pavilhão estratégico foi montado destinado aos países vizinhos destacando tecnologia, inovação, gastronomia, cultura, turismo, produção e serviços originais. "A aproximação com a Guiana e a Venezuela – nações que fazem fronteira com Roraima – será mais um 'up' na economia do nosso Estado, onde os empresários poderão interagir e fomentar possibilidades de mercado global, ampliando a produtividade, sobretudo, oportunizando mais trabalho e renda aos povos", destacou o titular da Secretaria da Agricultura, Desenvolvimento e Inovação (Seadi), Emerson Baú.

Foto: Tumisu/Pixabay

Para o coordenador-técnico Eduardo Oestreicher, a visitação internacional na Expoferr 2022 é um fator positivo para Roraima, enquanto o Brasil vem crescendo no mercado de importação e exportação. 

"Nosso intuito é trabalhar com o setor estrangeiro o amparo da visitação, exposição, comercialização, palestras, capacitação e rodadas de negócios, aproximando os empresários venezuelanos e guianenses junto aos brasileiros, contemplando as possibilidades industriais, de serviços, comércio, turismo, além da produção agropecuária", 

explicou.

O coordenador também reforçou o aproveitamento dos empreendedores roraimenses com a exportação de produtos para Venezuela e Guiana.

"Roraima pode contribuir bastante com a venda de produtos para empresas guianenses e venezuelanas. E esse é um ponto importantíssimo que nos dá uma perspectiva de geração de renda positiva para Roraima. Por isso, contaremos com a presença destes povos na Expoferr, um evento de grande magnitude para a efetivação dos negócios internacionais, onde o povo roraimense poderá aprender bastante sobre os negócios fronteiriços com a Guiana e a Venezuela destacando sua produção, referindo as regras de internacionalização comercial, fomentando um panorama de investimento e normativas de trabalho", concluiu Oestreicher.

Veja mais notícias sobre EconomiaRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/