Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 14 Junho 2021

No Acre, feira virtual terá foco na sustentabilidade financeira de baixas emissões

A Companhia de Desenvolvimento de Serviços Ambientais do Estado do Acre (CDSA), empresa pública do governo do Estado, vinculada à Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), realizará, nos dias 18 e 19 de junho, a Feira Virtual da Valoração dos Ativos e Sustentabilidade Financeira de Baixas Emissões do Projeto Sisa+, no Centro da Diversidade Sócio Ambiental CDSA (Espaço Cultural Kaxinawá).

O objetivo é divulgar os resultados do Projeto Sisa+ e criar um ambiente de exposição virtual permanente, considerando as limitações causadas pela pandemia de Covid-19, para produtos e serviços ecossistêmicos e cadeias produtivas locais, com possibilidade de conexão da clientela de consumidores de produtos saudáveis e produtores das mais variadas regiões do Acre, baseada na validação, implementação e divulgação da consolidação de cadeias produtivas de baixas emissões de carbono, visando geração de oportunidades de negócios sustentáveis.

Foto: Reprodução/Shutterstock

"Precisamos utilizar a tecnologia a nosso favor durante a pandemia, e a feira é uma boa oportunidade de negócios, possibilitando alternativas para o sustento de famílias produtoras rurais", afirma Anderson Abreu, secretário da Seict.

O Sisa+ contribui para a recuperação e manutenção dos serviços ambientais do Estado do Acre, por meio da elaboração e desenvolvimento dos programas que compõem o Sistema Estadual de Incentivos aos Serviços Ambientais (SISA), através de programas de desenvolvimento econômico com viés de conservação das riquezas naturais para presentes e futuras gerações. O projeto é financiado com recursos do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), por intermédio da organização internacional Earth Inovation Institute (EII).

''O Sisa foi aprovado em 2018, e fortalecido no atual governo, que tem investido em projetos que protegem o meio ambiente, aproveitando recursos e incentivos internacionais'', afirma Elsa Mendonza, representante do EII no Acre.

A iniciativa tem como foco a comunicação e informação sobre o mercado sustentável e a conexão entre produtores de produtos de baixas emissões e o mercado consumidor local e regional, conforme explica Rosângela Benjamim, diretora técnica da CDSA.

"Pequenos produtores rurais estão temporariamente impossibilitados por regras sanitárias de realizar feiras livres. Por isso, lançaremos na Feira um aplicativo de entrega Delivery e Drive Thru para produtoras de baixas emissões de carbono. O serviço, já existente, será aprimorado, e nossa projeção é que as vendas sejam realizadas de forma 100% online". O ponto de venda e entrega dos produtos ocorrerá no Espaço Cultural Kaxinawá através da plataforma Acre PPP (www.acreppp.org). Entre os produtos ofertados estão frutas, hortaliças, bolos artesanais e geléias orgânicas.

José Gondim, Diretor Presidente da CDSA SA, destacou que "A Covid-19 alterou a vida cotidiana nas relações de consumo e prestação de serviços, e a feira é uma forma de contribuição direta do estado nesse momento de crise sanitária, econômica, política e social."

A iniciativa é feita em parceria com o Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC) e da organização internacional Earth Inovation Institute (EII), com o apoio do Gabinete da Primeira Dama, da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (SEICT), Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas Para as Mulheres (SEASDHM), Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (SEPA), Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM) e outras estruturas de Estado.

Veja mais notícias sobre EconomiaAcre.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 14 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/