Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 14 Julho 2020
chatbot-health-tech

Segurança dos passageiros é pauta da Operação Círio 2016

Segurança dos passageiros é pauta da Operação Círio 2016
Mais uma reunião sobre as providências a serem tomadas em relação à segurança de passageiros, que tem um grande acréscimo durante a festividade do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em outubro, foi realizada durante essa semana, na sede da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon). Desta vez, o encontro foi com representantes dos órgãos do setor de segurança do Estado.
Participaram do encontro os diretores da Arcon, o diretor geral Bruno Guedes, e o de Normatização e Fiscalização, Karim Zaidan, e assessores da área do transporte hidroviário, e representantes da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), da Polícia Militar/Grupamento Fluvial e da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), que participou pela primeira vez desse tipo de reunião na Arcon-PA.
Foto: Divulgação
A grande preocupação de todos continua sendo o momento do desembarque dos passageiros em Belém e os primeiros deslocamentos deles na cidade, no entorno dos portos.
As sugestões dos operadores, apresentadas na reunião foram entregues aos representantes do Grupamento Fluvial da Polícia Militar do Estado. A Arcon vai encaminhar aos policiais e também à Semob toda a programação, que foram fornecidos pelos operadores, de chegadas e partidas de barcos e navios, durante o período do Círio de Nazaré. Semob e PM poderão assim se organizar e fazer um planejamento de rondas e orientações do trânsito às proximidades dos portos, objetivando dar maior segurança aos usuários.
Os portos com maior volume de passageiros nessa época são o Terminal Hidroviário de Belém; os portos Jarumã e Arapari, na rua Siqueira Mendes, e Brilhante, todos no bairro da Cidade Velha; o porto da Amazon Navegação, no Ver-o-Peso; e alguns portos da avenida Bernardo Sayão.
A Arcon vai receber o planejamento de viagens extras e elas já irão constar do planejamento de todos os envolvidos na Operação Círio. A Agência reforçou que entre as 4h e meio dia de cada dia, devido ao aumento de fluxo de passageiros durante a quadra nazarena, as partidas dos barcos terão uma tolerância de 30 minutos até que todos estejam embarcados.
Para Karim Zaidan, é muito importante o diálogo com todas as entidades envolvidas na Operação Círio. “Estamos num diálogo aberto com as entidades que cuidam da segurança dos passageiros. Nosso intuito é trabalhar em conjunto e assim proporcionar mais segurança aos que se deslocam de suas cidades para Belém”, afirmou.
A Arcon também solicitou que a CPH forneça à PM e Semob os horários de chegada de transporte hidroviário interestadual, que não é da competência da Arcon – que cuida do serviço intermunicipal -, mas que merece a atenção de todos para o êxito maior da operação.
A Operação Círio da Arcon-PA, integrada a outros órgãos de segurança, começa na segunda-feira, dia 3 de outubro e se prolonga até o Recírio, no dia 24 do mesmo mês. 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 14 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection