Manaus 30º • Nublado
Sexta, 12 Abril 2024

Motoristas param linhas de ônibus no Terminal 1, em Manaus

Motoristas param linhas de ônibus no Terminal 1, em Manaus
Motoristas do transporte coletivo de Manaus estão com os ônibus parados desde 7h45 no Terminal 1, que fica na avenida Constantino Nery e também na avenida Leonardo Malcher, no Centro. Os rodoviários, em greve, alegam que a ordem veio do sindicato para desligarem os veículos quando se aproximassem do terminal de integração.

Por telefone, o presidente do sindicato dos rodoviários de Manaus, Givancir Oliveira, informou que a decisão de parar os ônibus partiu dos próprios motoristas.  
Foto: William Costa/Portal Amazônia
Com a paralisação dos ônibus, os passageiros precisam descer dos veículos e seguir o restante do trajeto a pé, como foi o caso de dona Rita, de 62 anos, que vinha do Parque São Pedro, zona Oeste, e pretendia chegar a área portuária da cidade. "O protesto é uma humilhação para o povo, pois a gente depende da condução, e agora eu tive que descer aqui na Constantino e vou ter de ir a pé até lá no Centro, mesmo eu sendo doente das pernas", disse.

O vendedor Valdo Souza, também precisou ir andando até o Centro, e já estava atrasado para o trabalho."É horrível né cara, todo mundo prejudicado, eu venho da zona lesta e preciso chegar ao trabalho", disse.
Foto: William Costa/Portal Amazônia
Segundo o sistema de monitoramento do Google, o engarramento na avenida Constantino Nery, sentido centro já ultrapassa os 3 quilômetros, além da lentidão em vias paralelas. O Manaustrans informou que agentes realizam desvio na Avenida Constantino Nery (bairro/centro), para a Avenida Kako Caminha. Quem precisam ir ao centro comercial deve evitar as avenidas Djalma Batista e Leonardo Malcher.

Greve

A greve dos rodoviários está no quarto dia, e as rodadas de negociações só terminam em impasses. O sindicato entrou em greve pedindo 10% de reajuste, na terça-feira (29), já nesta sexta-feira (1) baixaram o pedido de reajuste. "Nós rodoviários decidimos negocias com o Sinetram, um reajuste de 3%, mas mesmo assim o empresários continuam oferendo apenas 1%", disse.

    

Veja mais notícias sobre Cidades.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 12 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/