Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 31 Outubro 2020

Militares do Pará são homenageados por atuação em tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais

Militares do Pará são homenageados por atuação em tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais
Após brava e exemplar atuação no socorro e resgate de vítimas da tragédia ocorrida em Brumadinho, em Minas Gerais, no dia 25 de janeiro, integrantes da corporação do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBM-PA) foram homenageados pela Câmara dos Deputados Federais, em Brasília. A sessão solene que os prestigiou foi realizada no Plenário Ulysses Guimarães, na última quinta-feira (14).

Entre os militares homenageados do Pará, destacaram-se o coronel Luiz Fernando Cajango Pereira, da Diretoria de Políticas de Segurança Pública, o major Wagner Alípio Espírito Santo da Silva, da diretoria da Força Nacional de Segurança Pública, o capitão Renan José Almeida Amaro, da Diretoria de Administração da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

Contribuíram ainda os integrantes da diretoria da Força Nacional de Segurança Pública: o Subtenente Silvestre Araujo Filho, o 2º Sargento Odival Nobre Barbosa, o 3º Sargento Antonio Jorge Da Câmara Silva, o 3º Sargento Daniel Da Silva Vieira, o 3º Sargento Evandro José Batista Da Silva e Silva, o 3º Sargento Marcelo Lobo De Araújo, o 3º Sargento Adeilton Xavier Da Nobrega, o 3º Sargento Marinaldo Oliveira Dos Santos e os Cabos Railson Gonçalves De Souza, Leonardo Leandro Horácio Buscaos, Paulo Lucilanio Freire De Sousa, Cleber Fernando Lopes Ribeiro, Teófilo Filho Farias Gomes e Marcelo De Souza Oliveira Da Costa.

Foto: Divulgação

“Externo a minha gratidão a vocês brasileiros e estrangeiros que  uniram-se para encontrar pessoas que nem ao menos conheciam. Foi um ato de amor à vida. Uma imagem que me marcou foi a dos bombeiros mineiros arrastando-se sobre as lamas, não medindo forças, o que me deixou bastante impactado. Os bombeiros mineiros e a todos que ajudaram de alguma forma, para que fosse possível, até 07 de março, identificar 193 vítimas. Por mais dolorosa que seja a confirmação de um óbito, ele põe fim a angústia da incerteza e permite aos familiares a realização dos rituais fúnebres. Agradecemos a Coordenadoria Geral de Defesa Civil, a Polícia Militar e a todos os envolvidos nesta grande missão. Os fatos ocorridos em Brumadinho comoveram todos os brasileiros, que exigem com razão que jamais voltem a acontecer'', ressaltou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Solenidade

Foram realizadas ainda diversas homenagens durante a cerimônia, dentre elas a da major do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais Karla Lessa, piloto de helicóptero que fez um resgate emocionante de uma vítima presa na lama após o rompimento da Barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão no dia 25 de janeiro. “Como bombeira, essa homenagem proporciona uma repercussão ao trabalho feito pela Corporação. Cotidianamente, nós atendemos a diversas tragédias humanas. Com a repercussão que teve Brumadinho, pela dimensão da tragédia, isso ficou mais latente”, disse.

A comissão externa da Câmara dos Deputados, criada para acompanhar os desdobramentos do rompimento da barragem da Vale, voltou a se reunir para debater planos de segurança para barragens e planos de ação de emergência.

O desastre - A barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu no dia 25 de janeiro. A lama destruiu a área administrativa da mineradora, atingiu comunidades de Brumadinho e o Rio Paraopeba.

De acordo com as últimas informações da Defesa Civil de Minas Gerais, foram confirmadas 203 mortes, 395 pessoas localizadas e 105 pessoas continuam desaparecidas.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 31 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/