Riscos de incêndios florestais: governo federal decreta situação de emergência em duas regiões do Acre

Determinação é válida no período entre os meses de abril e novembro deste ano. Em 2023, Acre registrou 6.562 focos de calor.

Em 2023, o Acre registrou 6.562 focos de calor. Foto: Alexandre Cruz-Noronha/Sema AC

As regiões do Vale do Acre e Vale do Juruá foram incluídas no decreto de emergência ambiental do Ministério do Meio Ambiente, por conta dos riscos de incêndios florestais. O governo federal publicou a portaria do decreto, assinado pela ministra Marina Silva, no dia 8 de fevereiro no Diário Oficial da União (DOU).


A determinação é válida no período entre os meses de abril a novembro deste ano. Os dados foram coletados pelo Centro Integrado de Geoprocessamento Ambiental (Cigma) e são baseados no material produzido pelo Programa Queimadas (BDQueimadas), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Entre janeiro e dezembro de 2023 foram detectados 6.562 focos de calor no Acre. No mesmo período de 2022, o total de focos de calor chegou a 11.840. 

Além do Acre, o decreto é válido para outras regiões e mesorregiões do país levando em consideração os períodos em que essas áreas costumam ter mais focos de incêndio.
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Lei determina governo de Rondônia ‘priorizar’ café robusta para consumo na administração pública

Lei publicada em junho já está em vigor. Em caso de descumprimento à norma, decisão deve ser fundamentada, aponta Seagri.

Leia também

Publicidade