Área desmatada na Amazônia equivale ao tamanho do Reino Unido

MANAUS – O desflorestamento na Amazônia tem diminuído com o passar dos anos. Entre 2000 e 2013 houve uma desaceleração na perda da cobertura vegetal se comparado ao mesmo período entre 1970 e 2000. Entretanto nesse mesmo período a floresta perdeu em torno de 222 mil quilômetros de floresta, uma área equivalente ao tamanho do Reino Unido.
Esses dados fazem parte da pesquisa “Deforestación en la Amazonía (1970-2013)”, um estudo inédito sobre a perda de floresta de cada um dos países que a compõem. A pesquisa foi publicada pela Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada (RAISG), um coletivo de organizações da sociedade civil dos países amazônicos que apoiam a construção de um futuro sustentável da Amazônia.
De acordo com a pesquisa entre 1970 e 2013, mais de 13% da área original de floresta já havia sido desmatada. A maior perda aconteceu nos trinta primeiros anos de pesquisa. Desse total de área original desmatada, 9,7% aconteceram entre 1970 e 2000, e o restante, 3,6% entre 2000 e 2013.
Essa tendência de desaceleração tem uma relação clara em países como Brasil, Bolívia e Equador. Na Colômbia, Peru, Suriname, Guiana Francesa e Guiana com evidências internas de estabilização. O único país que não apresenta essa tendência é a Bolívia com provas de aceleração na perda de área de floresta.
Um dos grandes fatores do desmatamento no Brasil é a expansão do plantio mecanizado. Embora localizados principalmente nas áreas cerrado, plantação também são instaladas em áreas de pastagens que necessitam de abertura de floresta.
Foto: Divulgação/Rais
No entanto, Amazônia continua a perder
Mesmo com a desaceleração na perda de cobertura vegetal na Amazônia é importante lembrar que entre 2000 e 2013, se perderam 174.000 quilômetros quadrados de floresta. Um outro exemplo disso são os dados do Instituto do Homem e do Meio Ambiente na Amazônia (Imazon): 582km² de floresta no Amazonas foram desmatados entre agosto de 2014 a julho de 2015. Um aumento de 88% se comparado ao mesmo período do ano anterior.Os estados que mais contribuíram para o aumento do desmatamento foi o Amazonas (27%), seguido por Rondônia (22%), Mato Grosso (17%) e Pará (17%).
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade