Manaus 30º • Nublado
Domingo, 21 Abril 2024

Revertendo a pergunta sobre 2024

Como defendi no artigo anterior, se você estabeleceu as suas metas para o ano e as escreveu (um detalhe importante), já deu um grande passo. Agora é colocar mãos à obra e, no momento certo, deixar fluir, soltar, let it be, como nos diz a música, como palavras de sabedoria. Inspiração e lógica podem caminhar juntas e, a nós, cabe fazer apenas a nossa parte, sem preocupações ou perdas de energia desnecessárias, não é mesmo? Mas, "quase há mais um detalhe", como diz uma outra música, Detalhes, do Roberto Carlos. Isto é o que almejamos para este ano e faremos por onde conquistar. É o que esperamos da vida. Mas, revertendo a pergunta, o detalhe é: o que a vida espera de nós neste ano?

De minha parte, penso que a vida espera que eu seja uma pessoa mais presente, saboreando melhor cada momento e desistindo de controlar o que não está sob o meu controle. Acredito que, neste ano, a vida espera que eu faça mais uso da sabedoria do que do conhecimento.

Já Evandro reflete que a vida espera que ele seja mais ativo na execução de suas ideias. Ele tem um bom projeto, mas reconhece que vem adiando a sua implementação, sempre achando que ainda pode melhorá-lo.

Elisa percebe que a vida espera que ela seja mais assertiva na sua comunicação em 2024, posicionando-se mais claramente diante das situações que vêm ocorrendo em sua vida pessoal e profissional. Jovem e de natureza tímida, Elisa tende a aceitar coisas que a incomodam, sem se manifestar. Ela pensa que a vida espera que ela aprenda a fazer isto.

Imagem: Reprodução/LinkedIn

É um pouco o oposto do que a vida espera de Lidia, segundo ela mesma. Pela sua reflexão, a vida espera que Elisa seja menos explosiva e que consiga respirar fundo, pensar duas vezes, antes de colocar com tanta ênfase o que pensa, principalmente, quando se sente agredida ou injustiçada.

O que a vida pode esperar de João neste ano, com tantos compromissos que ele já tem, nos seus diversos papéis? É o próprio João quem reflete e conclui que a vida espera que ele seja um melhor gestor de seu tempo, definindo melhor as suas prioridades, algo que teve dificuldades em 2023.

Glória enfrenta um momento difícil. Saiu da empresa onde trabalhava por anos e a tentativa de empreender não deu certo até aqui. O relacionamento com o marido não vai muito bem e Glória reconhece que, em parte, é porque ela não está bem. Tudo isto refletiu em seu estado de saúde, que agora precisa de atenção. Para Glória, a vida espera que ela busque um caminho espiritual, que a ajude a se harmonizar e assim poder lidar melhor com os desafios atuais.

Segundo Alexandre, a vida espera que ele consiga concluir o processo sucessório da empresa para seu filho Mateus. Não tem sido fácil para Alexandre. Fundou a empresa e esteve por mais de trinta anos à sua frente. Distanciar-se da operação e acompanhar como conselheiro é sempre um desafio para o empreendedor. Nem sempre ele concorda com as decisões do filho e tem vontade de retomar o volante. Mas Alexandre entende que não é o que a vida espera dele e isto lhe dá incentivo para seguir.

Cada um de nós deseja e espera algo da vida. É justo e é bom que seja assim. Mas também a vida espera algo de nós. Para cada um é diferente, em cada momento. Você já refletiu sobre isto? O que a vida espera de você em 2024? 

Sobre o autor

Julio Sampaio (PCC,ICF) é idealizador do MCI – Mentoring Coaching Institute, diretor da Resultado Consultoria, Mentoring e Coaching e autor do livro Felicidade, Pessoas e Empresas (Editora Ponto Vital). Texto publicado no Portal Amazônia e no https://mcinstitute.com.br/blog/.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista 

Veja mais notícias sobre Felicidade no Mundo Corporativo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 21 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/