Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 11 Abril 2021

Mesmo com pandemia, plantio de grãos deve crescer 33% em Roraima

A pandemia de Covid-19, que tem causado efeitos negativos na agricultura Brasil a fora, não trará tanto efeito negativo para Roraima. O estado segue a política de expansão de área plantada e deve crescer este ano, 33%. A meta é chegar a 101 mil hectares divididos entre soja, milho, arroz e feijão, ultrapassando os 76 mil hectares cultivados em 2020.

Os dados foram confirmados pelo governador de Roraima, Antonio Denarium, em entrevista na manhã desta quarta-feira (3). Ele explicou que uma vantagem em comparação ao restante do Brasil é a localização geográfica. 

Roraima é o único estado brasileiro com maior parte do território no hemisfério Norte do planeta, acima da linha do Equador. "Aqui temos mais de 12 horas de luminosidade, fator importante no plantio. Além disso, temos um regime de chuvas bem definido e terras planas, devido a nossa vegetação de lavrado, o que facilita a abertura para o plantio", disse Denarium.

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Além das vantagens climáticas e geográficas, Roraima possui boa logística para o escoamento. Atualmente, toda a produção de grãos é levada para o porto de Itacoatiara no Amazonas, a cerca de 800 quilômetros de Boa Vista, de onde segue até alcançar mercados nacionais e internacionais.

"Hoje utilizamos essa rota, porém, daqui alguns anos teremos a estrada que liga Roraima a Georgetown, capital da Guiana está pronta para o transporte. No lado brasileiro ela é a BR-401 e já é toda pavimentada, com trechos duplicados, inclusive. O governo guianense já trabalha na pavimentação dos trechos sem asfalto do lado de lá. Do porto de Georgetown, a produção roraimense estará mais perto do Canal do Panamá, de onde poderá alcançar mercados mundo a fora", pontuou o governador.

Denarium ressaltou ainda que a agricultura também é uma ferramenta de mudança social e econômica. "O setor gera 12 mil empregos diretos e indiretos em Roraima. Gera oportunidades, movimenta a economia e faz o Estado trilhar cada vez mais o caminho do desenvolvimento", declarou. 

Veja mais notícias sobre RoraimaNotíciasEconomia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 12 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/