Manaus 30º • Nublado
Sábado, 21 Mai 2022

Retrospectiva 2021: Confira os principais acontecimentos do ano em Rondônia

vista-aerea-porto-velho-foto-Luis-Carlos-Fontelles-senado
Frio extremo, seca e muito café foram alguns dos destaques de Rondônia em 2021. Em tempos de pandemia, o rondoniense vem mantendo a esperança e alegria. Por esse motivo, o Portal Amazônia preparou uma lista com os principais fatos que marcaram o Estado na 'Retrospectiva 2021 - Rondônia'. Confira:

Nascimentos e óbitos

Mais de 24 mil nascimentos foram registrados no Estado. Porto Velho, Ji-Paraná e Ariquemes encabeçam os municípios que mais registraram nascimentos em 2021. Já os óbitos chegaram a 13.169 casos. 

Os dados são do Portal de Transparência do Registro Civil, da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (ARPEN).

Foto: Divulgação/

Nomes mais registrados

Em Rondônia, os nomes mais registrados foram Miguel (com 288 registros) e Laura (com 186 registros). É o segundo ano consecutivo que Miguel aparece no topo do ranking no Estado. Já o nome Laura aparece pela primeira vez no topo em dois anos.

Arte: Portal Amazônia

População

Rondônia passou de 1,8 milhão de habitantes, de acordo com a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A População da capital Porto Velho representava 30,2% de todos os moradores de Rondônia.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Velho

Casamentos

Os ministros, padres e pastores trabalharam bastante em Rondônia em 2021. De acordo com a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), foram 11.289 registros emitidos no Estado esse ano. 

Além de Porto Velho (2.994), Ji-Paraná e  Vilhena foram os municípios com os maiores registros dos matrimônios, 1.153 e 720 respectivamente. Em compensação, o município de Monte Negro registrou apenas um casamento.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Velho

Estrutura

O percurso para ir de Rondônia ao Acre, que antes era feito em parte por balsa pelo rio Madeira, agora ocorre em menos de cinco minutos, por meio de uma ponte. A ponte na BR-364 sobre o rio Madeira, no distrito de Vila Alegre do Abunã (RO), foi inaugurada no dia 7 de maio. Estrutura começou a ser construída em 2014 com o objetivo de interligar os Estados e facilitar turismo e comércio na região.

Foto: Divulgação/Governo de Rondônia

Fez frio!

O dia 29 de junho de 2021 marcou a vida dos rondonienses, principalmente, dos moradores na cidade de Vilhena. O município registrou 8,5°C, o dia mais frio do ano e a menor temperatura em Rondônia. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Foto: Jaqueline Naujorks
Destaque na produção do café

Rondônia possui 103 produtores de café de qualidade, segundo a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri). Essa classificação inclui cafeicultores que atingiram 80 pontos ou mais no Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé) 2021. 

Inclusive, o Estado levou cinco prêmios no 'Coffee of the Year 2021' durante Semana Internacional do Café.
Foto: Reprodução/G1 Rondônia

Seca

O Rio Madeira chegou a menos de dois metros e registrou a segunda pior seca da história de Rondônia este ano. No dia 16 de Outubro, o nível do rio Madeira estava em 1,88 metros, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). A cota mínima é de 1,80 metro.

Foto: André Oliveira/Rede Amazônica RO

Tremor de terra

Moradores de prédios da Zona Norte de Porto Velho relataram terem sentido um leve tremor, no dia 9 de outubro, por volta das 20h30 (horário de Rondônia). O tremor tem relação com o terremoto de magnitude 5,7, que atingiu o oeste do Peru. 

O fenômeno foi registrado próximo à fronteira com o Brasil e moradores de Acre também relataram terem sentido o tremor. 

Foto: Leandro Moraes

Representatividade internacional

A jovem indígena Walela Txai Suruí, de Rondônia, discursou durante a Cúpula do Clima (COP26), realizada em Glasgow, na Escócia, este ano. Ela é filha do cacique Almir Suruí e da ativista Neidinha Suruí, que é a responsável pela Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé. A jovem estudante de direito usa as redes sociais para denunciar ataques e defender o modo de vida dos indígenas.

Foto: Reprodução/Instagram-Walela Txai Suruí

Caso raro

Em dezembro deste ano, um bebê nasceu empelicado, ou seja, envolvido pela bolsa amniótica. As imagens mostram o momento em que o médico rompe a bolsa e o pequeno Miguel dá seu primeiro choro. Esse tipo de nascimento é muito difícil de acontecer e encantou a equipe médica e os internautas.

Covid-19

Desde março de 2020, quando a pandemia do novo Coronavírus se espalhou pelo Brasil, Rondônia já registrou 283.847 casos confirmados, sendo que 154 foram apenas em 24 horas. O total de óbitos, desde o início da pandemia, já chegou à 6.721. Os dados são do boletim divulgado pelas Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com a Edição 632 do Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia, publicado pelo Governo rondoniense no último dia 24, a população vacinada com a 1ª Dose era de 1.228.913 e a 2ª Dose era de 1.002.724. O total de doses aplicadas era 2.231.637 e de vacinas recebidas, 2.817.558. Os dados são de 9 de dezembro.

Por conta de um ataque hacker ao site do Ministério da Saúde, ainda não foram atualizadas as informações sobre o status da vacinação no Estado até o fechamento desta matéria.

Foto: Leandro Morais/Prefeitura de Porto Velho

Conta pra gente: lembra de mais algum fato ou curiosidade que marcou seu Estado? 

Veja mais notícias sobre Rondônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 21 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/