Manaus 30º • Nublado
Terça, 07 Dezembro 2021

Principal prato do almoço, compra de pescados exige atenção do consumidor

Com a chegada do feriado católico da Sexta-feira Santa, é comum o crescimento na procura de pescados. Diante das variedades de opções, os consumidores precisam ter cuidado com as regras sanitárias de conservação. O Procon Mato Grosso orienta para a importância de ficar atento às práticas corretas de preservação, na compra e manejo desses produtos, para evitar complicações.

Quando conservados de maneira errada, o consumo de peixes e pescados pode provocar desde incômodos leves até infecções mais graves. Ter o cuidado de olhar a validade do produto, aparência, cheiro e práticas de higiene do estabelecimento são normas essenciais para uma compra segura.

Pandemia Covid-19

O mundo segue apresentando números altos em relação à contaminação pelo Novo Coronavírus. Então, continua sendo necessária a consciência individual, evitando as grandes reuniões familiares e aglomerações religiosas, para o bem coletivo.

O Procon-MT sugere medidas de segurança como: optar por compras online, vários mercados já fazem parte de redes de aplicativos de entrega ou oferecem o próprio serviço delivery, o que ajuda a reduzir o número de circulação de pessoas nos estabelecimentos.


Foto: Divulgação

 Já em idas até os mercados ou feiras, lembrar do uso contínuo de máscaras; respeitar o distanciamento social; e obedecer a restrição quanto à quantidade de pessoas por família circulando pelo estabelecimento.

A higienização dos produtos comprados é fundamental. Seja em compras online ou em idas aos supermercados, assim que chegar higienize todos os itens com bastante álcool ou água e sabão.

Na hora da compra

Antes de tudo, é importante fazer um planejamento, visando a economia de tempo e dinheiro. Comece elaborando o cardápio, fazendo uma lista de compras e definindo a quantidade de pessoas a serem servidas.

Na hora de escolher, se a opção for o peixe fresco, ele deve estar acondicionado em local refrigerado ou sob espessa camada de gelo. O espaço de venda tem que estar em boas condições de higiene, limpeza e organização.

O atendente deve estar devidamente uniformizado e equipado com luvas, touca, máscara e roupas limpas.

Observe o local de armazenamento do pescado, o freezer deve permanecer ligado ininterruptamente; caso observe sinais de descongelamento não compre. O produto ideal deve estar livre de insetos, areia, poeira, pedaços de metais ou de plásticos.

Nada de embalagens rasgadas, violadas, amassadas ou com sinais de contaminação. No caso de produtos congelados, a embalagem deve indicar o nome do fabricante, endereço, selo do serviço de inspeção municipal, estadual ou federal.

Observe se a embalagem contém informações sobre o tipo do peixe, nome do fabricante, peso líquido, a data da embalagem, prazo de validade e as orientações de conservação e preparo e informação nutricional.

Chegando em casa, cuidado com o armazenamento do seu pescado. Ele deve ser guardado em local refrigerado o mais rápido possível. Evite a contaminação cruzada, mantendo separados alimentos crus de alimentos cozidos, e alimentos higienizados de alimentos não-higienizados.

Em casos de infrações, o consumidor pode realizar denúncia pelo telefone (65) 3613-2104 ou pelo e-mail . Se preferir, ainda conta com a opção online para registrar reclamações, o Consumidor.gov.br

Veja mais notícias sobre CidadesMato Grosso.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/