Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

Cinco insetos que fazem parte da culinária colombiana

caterpillar-colombian-insect_20221130-160908_1

A Colômbia é um país rico em produção de alimentos, desde café e bananas até batatas e abacates. Mas, à medida que o mundo considera suas crescentes demandas por alimentos e a necessidade de uma agricultura sustentável, outra fonte de alimento vem à tona: insetos comestíveis. 

Eles são ricos em proteínas e têm um impacto ambiental menor do que muitos alimentos. Aqui estão os cinco principais insetos colombianos que você pode comer:

Besouros

Muitos besouros são comestíveis, incluindo o besouro metálico da madeira (Euchroma gigantae), que pode pesar até três gramas e é comido há séculos por tribos no sudeste da Colômbia. Os Yukpa, uma tribo caribenha, também são conhecidos por comer o suculento "besouro rinoceronte", um escaravelho (Podischnus agenor). Mulheres e crianças caçam esse besouro, que sai à noite, nas plantações de milho e cana-de-açúcar. O abdômen geralmente é espetado e depois torrado, embora possa ser comido cru.

Foto: Reprodução/Wikimedia

Formigas 

A formiga comestível mais famosa da Colômbia é a Atta laevigata, uma das maiores formigas cortadeiras (conhecida como Hormiga culona ou "formiga rabo grande" em espanhol). É uma tradição herdada dos Guanes que viviam em Santander. Essas formigas são colhidas apenas durante a estação chuvosa. 

Acredita-se que sejam afrodisíacos e muitas vezes são dados como presentes de casamento. A produção se concentra em San Gil e Barichara, Boyaca, mas as formigas são comercializadas em lugares tão distantes quanto Bogotá e Bucaramanga e exportadas para o Canadá, Inglaterra e Japão.

Foto: Marcelo Trasel

Lagartas 

Várias tribos indígenas na Colômbia usam lagartas como alimento e isca de pesca. O povo Tukano, de Vaupes, no sudeste da Colômbia, é conhecido por comer lagartas incluindo a pequena e peluda hutia e uma grande lagarta de cores vivas chamada batiya. Eles coletam quando caem no chão da floresta para se transformar em pupa.

Foto: Reprodução/Pixabay

Cupins 

Os cupins também são insetos usados tanto como alimento quanto isca de pesca. Eles geralmente são coletados por mulheres que restringem as saídas em torno dos cupinzeiros e os expulsam. Os cupins são tão importantes para alguns grupos indígenas, incluindo os Barasana, um subgrupo Tukano, que são usados em ritos e cerimônias. Muitos grupos indígenas dedicam muito tempo à coleta de cupins, que são ricos em proteínas.

Foto: Reprodução/Pixabay

Gafanhotos

Os Yukpa, da costa caribenha, perto da fronteira da Colômbia com a Venezuela, são conhecidos por comer gafanhotos de chifre curto (Acrididae). As mulheres e crianças vão caçar nos campos para pegá-los com as mãos em concha. Às vezes, especialmente em janeiro e fevereiro, os homens colocam fogo na grama seca e depois dirigem os insetos em fuga para as mulheres e crianças que esperam com grandes leques. Em seguida, são embrulhados em folhas e assados, ou espetados e torrados.  

Foto: Reprodução/Pixabay

Veja mais notícias sobre GastronomiaAmazônia Internacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/