Manaus 30º • Nublado
Quarta, 29 Junho 2022

Toalha democrática: mulheres comentam sobre o orgulho de serem nerds

Dia do Orgulho Nerd, também conhecido como o Dia da Toalha, é comemorado em 25 de maio. O termo 'Dia da Toalha' surgiu graças ao livro 'O Guia do Mochileiro das Galáxias', do escritor britânico Douglas Adams. Isso porque em um dos capítulos da obra, o autor explica em uma página inteira a utilidade da toalha, trecho que se tornou referência para os fãs da obra literária. Tanto que, em alguns países, é comum os nerds de plantão saírem de casa com uma toalha presa na mochila ou no ombro.

A data é comemorada em todo o mundo e em Manaus, no Amazonas, nos últimos meses, um número expressivo de eventos voltados para o universo nerd e geek tem sido realizado e incentivado. 

Comumente associado aos homens, o termo nerd na verdade é democrático e, pensando nisso, o Portal Amazônia conversou com mulheres que são apaixonadas por essa cultura e estão à frente de eventos que enaltecem a comunidade.

Foto: Lígia Cruz/Arquivo Pessoal

A universitária Ligia Cruz afirma que passou pelos três níveis do universo geek e nerd. Primeiro, ela se tornou uma consumidora, assistindo e participando de diversos eventos pelo Brasil. Em seguida, agregou todo o conhecimento em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Atualmente, Ligia atua na organização de eventos voltados à temática junto a Casa Geek 42.

Só no neste mês de maio, Lígia esteve envolvida em dois eventos dedicados à cultura geek. O primeiro , 'Universo Geek Museu', aconteceu no Palacete Provincial, e o  segundo integrou a programação do Povos Criativos, realizado no Povos da Amazônia. "Agora não estou mais como participante ou pesquisadora, mas atuo na linha de frente. A responsabilidade é grande, só que temos muitas pessoas talentosas na capital", disse.

Assim como toda criança dos anos 90, Lígia teve o seu primeiro contato com a cultura nerd por meio da televisão. O primeiro anime (desenho animado japonês) que a universitária assistiu foi 'Cavaleiros do Zodíaco', no arco da 'Batalha das Doze Casas', na extinta TV Manchete. A partir disso, ela passou a consumir outras animações, séries e, claro, games.

De acordo com Lígia, ela passou por dois momentos específicos do mundo nerd. 

"Eu cheguei a passar pelo tempo em que quase não se via mulheres, quem gostava ficava mais escondida ou nem aparecia. Porém, no decorrer dos anos, o cenário mudou e ficou em pé de igualdade. Vemos isto até mesmo através das telas, como a inclusão de mais personagens femininas no papel de protagonista", 

contou ao Portal Amazônia.
Ligia participou de vários eventos da comunidade nerd. Foto: Lígia Cruz/Arquivo Pessoal

Cosplay

Dentro do mundo geek, uma das coisas que fazem sucesso são os cosplayers, ou seja, pessoas que se fantasiam como algum tipo de personagem. Esse é o caso da amazonense Rylla Santos, que já se fantasiou de personagens importantes como a Mulher Gato, Mérida, Mulher Invisível, Feiticeira Escarlate, Viúva Negra e Mulher Maravilha.

Em 2012, ela foi convidada para um evento no Sesi - Clube do Trabalhador, um dos locais mais populares entre a comunidade nerd em Manaus, por sempre receber eventos voltados ao tema. Na ocasião, Rylla ficou encantada com as pessoas caracterizadas como seus personagens favoritos. "Na época eu nem sabia o que era cosplay, só que as poucos fui conhecendo mais e me interessando bastante", disse.

A estreia da jovem nos concursos começou com uma personagem icônica: "Quando lançaram o filme 'Esquadrão Suicida' eu resolvi fazer um cosplay. Iniciei com a personagem Arlequina, a qual admiro muito pela sua trajetória".

Foto: Rylla Santos/Arquivo Pessoal

Diversão em família

A família é essencial para a influenciadora digital, Kamy Marçal. Parte da sua paixão por animes e séries veio do pai. "Desde criança eu já acompanhava algumas coisas. Em casa, só tinha uma TV e era obrigada a assistir alguns animes com o meu pai e acabei pegando gosto", revelou.

Assim, os primeiros animes acompanhados por Kamy foram 'Yuyu Hakusho', 'InuYasha', 'Rurounin Keshin' e 'Dragon Ball'. Porém, depois de alguns anos, ela casou e o seu esposo também era um nerd de carteirinha. "A partir deste momento, um leque se abriu, pois até então, eu só conhecia os animes que o meu pai assistia", disse.

A influencer e a família. Foto: Kamy Marçal/Arquivo Pessoal

Até o casamento da influenciadora teve um toque nerd. Na entrada do noivo, por exemplo, tocou a famosa 'Marcha Imperial' da saga 'Star Wars'. Já em algumas fotos do casório, os noivos aparecem segurando sabres de luz, uma arma importante no universo criado por George Lucas.

Agora, a missão de Kamy é passar todo o seu conhecimento nerd para o seu filho, Nero (inspirado em um personagem do jogo Devil May Cry) de apenas seis anos. O pequeno já até faz cosplay ao lado dos pais. "Ele vai superar a gente. O Nero é muito bom com eletrônicos e jogos", declarou.

Geek & Nerd

Os termos geek e nerd ainda causam confusão em muitos. Geek é associado às pessoas que gostam de uma determinada série de TV, saga de cinema ou revista em quadrinho, enquanto nerd era utilizado para designar pessoas estudiosas e que se aprofundam em temas relativos a ciência e tecnologia. Atualmente, funcionam como sinônimos.


Veja mais notícias sobre Amazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/