Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 06 Março 2021

Estudante da Unifap organiza assistência solidária em Laranjal do Jari

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) suspendeu suas atividades acadêmicas presenciais desde março de 2020, para garantir a segurança de toda a comunidade acadêmica amapaense durante esse período. Diante dessas situações, Estefhany Oliveira, aluna de Tecnologia em Secretariado, organizou o Projeto Laranjal Solidário com seis amigos, para suprir as necessidades básicas de comunidades carentes do município de Laranjal do Jari. O projeto acumula mais de 700 ações de solidariedade, entre doações de cestas básicas e insumos de higiene, e recebeu apoio do grupo Amapá Solidário e da Organização das Nações Unidas (ONU), durante o Apagão ocorrido em novembro de 2020.
Foto: Ascom/UNIFAP

Pandemia

Em março de 2020 a discente, concluinte no Campus Marco Zero, retornou para o município de Laranjal do Jari para evitar os custos de vida da capital. Diante da situação atípica causada pela pandemia, a estudante começou o projeto Laranjal Solidário com mais seis amigos. "Quando eu vi que tinha muita gente passando fome, pessoas que dependiam totalmente de ir pra rua conseguir o mantimento diário, eu falei: como essas pessoas estão agora?", questionou-se. "A gente tem que fazer alguma coisa". A partir disso, os amigos Clélio Monteiro, Éder Serrão, Julison Pinheiro, Leandro Araújo, Maiki Willyson, Maylon Andrei, Natangilson Moraes e William Júnior se juntaram a Estefhany para ajudar famílias em dificuldade para se alimentar durante a pandemia.

Laranjal Solidário

A equipe solicitou do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) uma lista de famílias que recebiam benefícios governamentais, e usaram como filtro as que possuíam mais integrantes no grupo familiar, necessitando de mais auxílio. O projeto também foi divulgado em redes sociais, para localizar pessoas em situação de vulnerabilidade.

A partir disso, visitaram famílias e coletaram informações para distribuir doações e orientaram sobre os cuidados de prevenção a transmissão do vírus causador da Covid-19. A ação iniciou através de recursos próprios da equipe e de doações virtuais. O projeto usa a quadra de uma igreja e coleta doações através de caixas distribuídas em supermercados. Para fazer o alimento chegar a quem precisa, o grupo utilizou diversos meios, entre veículos emprestados e transporte em catraias e canoas para as comunidades mais isoladas nos municípios de Laranjal e Vitória do Jari. 

Foto: Ascom/UNIFAP

O grupo usa das redes sociais para prestação de contas com doadores, a primeira doação ocorreu em 14 de maio de 2020, e até janeiro de 2021 já haviam sido contabilizadas 732 ações solidárias do Laranjal Solidário, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) viabilizado pela Rede Amapá Solidário. Ao todo foram distribuídas 302 cestas básicas, 150 máscaras, 120 frascos de álcool em gel e 70 fardos de água nos municípios de Laranjal do Jari, Vitória do Jari, Santana e Macapá. Na capital, foram realizados 60 atendimentos no sopão, fornecido com recursos próprios da equipe, durante o Apagão que interrompeu o fornecimento de energia elétrica em 13 dos 16 municípios do Amapá.

Futuro

O grupo almeja expandir o projeto, tornando-o uma organização não governamental (ONG), para fornecer aulas de inglês, cuidados bucais, cortes de cabelo e outras ações voltadas para a comunidade de Laranjal do Jari. Para isso, Estefhany reforça que as doações são essenciais. "A gente depende da solidariedade das pessoas e da nossa também", completa a discente. De acordo com ela, essas ações ajudam a se colocar no lugar do próximo, "E se eu ou alguém da minha família estivesse passando por essa situação?". A estudante se inspira nos pais, que sempre ajudaram quem precisa, e endossa que seu pai melhorou economicamente após receber ajuda quando jovem, por isso continuará ajudando o próximo.

Como colaborar

O projeto Laranjal Solidário recebe doações em vaquinha online através do link https://abacashi.com/p/jari. Na plataforma é possível realizar doações da partir de R$ 10,00. O projeto possui uma meta mínima de arrecadação de R$ 1.000,00 para custear doações de alimentos e insumos de higiene para as comunidades carentes. Acompanhe as ações do grupo no Instagram @laranjalsolidario


Veja mais notícias sobre AmapáCidadania.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 06 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/