Serviço universalizado: Manaus é cidade com maior evolução em atendimento de água no país, aponta Ranking do Saneamento

Investimentos feitos no saneamento básico da cidade se destacam em estudo divulgado nesta semana, pelo Instituto Trata Brasil.

Manaus é a cidade brasileira que mais evoluiu no atendimento de água tratada desde 2018, aponta o “Ranking do Saneamento”, estudo divulgado nesta semana, pelo Instituto Trata Brasil. A cidade é, também, a terceira capital com maior redução em perdas de água e possui o sexto maior investimento do país em saneamento no período. Estes números já refletem melhorias na qualidade do serviço para a população da capital.

O serviço de água, universalizado desde 2023 na capital amazonense, hoje alcança mais de 2 milhões de pessoas e segue em expansão acompanhando o ritmo de crescimento da cidade. Recentemente, locais como as comunidades Parque dos Buritis, Cidade Alta, Santa Inês e Bom Pastor, nas zonas Norte e Leste, receberam obras de implantação de redes de água. Desde a chegada do grupo Aegea na cidade, foram implantados mais de 200 km de redes de água em áreas vulneráveis como becos, rip raps e palafitas, que não tinham acesso ao líquido, garantindo água tratada 24h por dia para mais de 200 mil moradores.

“Agora temos água boa, limpa em casa, todos os dias, sem depender dos outros. Hoje, a água que sai da torneira é usada para tudo, inclusive para beber. Conseguimos ver a melhoria da saúde dos meus meninos”, afirma a dona de casa Andrea Simões, de 32 anos, moradora da Cidade Alta, comunidade que começou a ter acesso à água tratada recentemente.

Foto: Divulgação/Águas de Manaus

Líder na região Norte

Outro dado relevante do ranking do saneamento 2024 aponta Manaus como a capital do Norte que mais investiu em saneamento básico nos últimos cinco anos e a sexta maior do país no quesito, superando R$ 1,2 bilhão aplicados nos serviços de água e esgoto da cidade no período.

Todas as outras seis capitais do Norte do Brasil investiram, juntas, 1.3 bilhão no mesmo período, para efeito comparativo. Desde a chegada do grupo Aegea em Manaus, houve um salto superior a 205% na média de investimento por habitante em saneamento básico. O volume médio de investimento per capita saiu de R$ 38,17 (ranking 2017) para R$ 115,66 (ranking 2024).

Foto: Divulgação/Águas de Manaus

Melhorias para a população

A regularização do abastecimento de água em comunidades vulneráveis foi um dos principais motivadores para outro indicador de destaque no Ranking do Saneamento: Manaus hoje é a terceira capital brasileira que mais reduziu o número de perdas de água, que correspondem a intercorrências no caminho entre a estação de tratamento e a casa do cliente, como vazamentos. Entre 2018 e 2022, a capital diminuiu em 19,51% o índice, que foi de 74,95% para 55,44%.

“Trabalhamos com tecnologia de ponta e monitoramento 24h de todos os reservatórios e estações de água, e esse processo é fundamental na redução do número de perdas. Por meio de um moderno Centro de Controle de Operações (CCO), nossas equipes conseguem identificar vazamentos, pontos de baixa pressão e níveis de água nas unidades”, destaca o diretor executivo da concessionária, Celso Paschoal.

Foto: Divulgação/Águas de Manaus

Trata Bem Manaus

Após a universalização da água, a concessionária se concentra na expansão do esgotamento sanitário na capital amazonense. Em relação ao esgotamento sanitário, Manaus atualmente possui aproximadamente 30% de cobertura do serviço e todas as metas estabelecidas para o período foram cumpridas. Nos últimos dois anos, a concessionária concentrou esforços em estudos dos corpos hídricos e da geografia da cidade, para implementar o melhor modelo para a expansão do serviço de esgoto na cidade. Lançado no mês de janeiro, o programa “Trata Bem Manaus”, que garantirá a universalização do serviço do esgotamento, é fruto deste estudo. As regiões de vulnerabilidade da cidade também serão contempladas com o serviço. Mais de R$ 2 bilhões serão investidos no Trata Bem Manaus.

Para alcançar a universalização do serviço, a Águas de Manaus fará a implantação de mais de 2,7 milhões de metros de redes coletoras de esgoto nos próximos anos, além de obras de implantação e ampliação de pelo menos 70 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s), espalhadas por todas as zonas da cidade. O trabalho será dividido em três etapas.

Foto: Divulgação/Águas de Manaus

Um dos projetos que simbolizam as melhorias do Trata Bem Manaus é o do Beco Nonato, área de palafitas no bairro da Cachoeirinha que foi a primeira com essas características a ser contemplada com sistemas de água (em trabalho reconhecido internacionalmente) e, recentemente, com redes de esgoto. O case de sucesso do Beco Nonato, com análise de cada uma das casas, serviu de ponto de partida para novos projetos em outras comunidades de palafitas.

“Entendemos o saneamento como algo que não começa e não termina na obra de implantação de rede de esgoto ou de água. Saneamento é relacionamento com toda a população, e o diálogo com as comunidades tem sido fundamental para Manaus apresentar essa evolução, a exemplo do que foi feito no Beco Nonato. Agora, a cidade se prepara para um grande salto nos serviços de coleta e tratamento de esgoto, e esse crescimento será visto nos próximos rankings”, destaca o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Sobre o Ranking do Saneamento

Em 2018, quando a Águas de Manaus iniciou as operações na capital amazonense, a cidade estava na 98ª colocação do ranking. Realizada pelo Instituto Trata Brasil, a contagem utiliza dados com defasagem de dois anos – ou seja, o estudo de 2024 tem indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) do ano de 2022. Com isso, parte das melhorias realizadas desde a chegada da Aegea em Manaus, nos últimos anos, ainda não foi computada no material divulgado pelo Trata Brasil. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Saiba quais são as 9 construções mais antigas da Amazônia

Em cada cidade da Amazônia Legal existe ao menos uma construção que exala a história local a partir da colonização.

Leia também

Publicidade