Jurados comentam expectativas para 1ª Mostra Infantil de Canto Lírico em Manaus

Selecionados pela Fundação Rede Amazônica (FRAM) e Secretaria de Cultura, avaliadores são profissionais reconhecidos do canto, teatro e música.

Três renomados profissionais da música e do teatro escolheram, no último sábado (27), os dez jovens talentos na fase inicial da 1ª Mostra Infantil de Canto Lírico em Manaus. A professora de canto Flávia Procópio, o diretor-cênico de ópera Matheus Sabbá e a pianista Tamires Ramalho foram os jurados das audições da competição. Eles contam o que esperam dos talentos participantes. Confira:

Jurados comentam expectativas para 1ª Mostra Infantil de Canto Lírico em Manaus. Foto: Morgana Rodrigues.

Flávia Procópio – professora de canto lírico 

“Nós estamos bem animados! Recebemos vários talentos de crianças que já têm uma vivência, e outras que não têm uma vivência de canto erudito formal, mas que surpreenderam a gente. Sentamos e discutimos as impressões para escolher os dez participantes. Eu acho essa oportunidade maravilhosa! Quando era criança, eu não tive. Já iniciei adolescente, no Antigo Centro Cultural Claudio Santoro. Essa oportunidade é maravilhosa para as crianças terem esse contato com a ópera, com a música, com a arte. É algo que desenvolve toda a cognição e inteligência da criança, senso de disciplina e respeito.”

Flávia Procópio.

Tamires Ramalho – pianista 

“Eu estive aqui para verificar a musicalidades dessas crianças, no geral, e como elas podem crescer: até que ponto elas têm a oferecer para a gente, a questão musical, o quanto a gente pode contribuir com elas nessa questão do acompanhamento. Porque uma coisa é você cantar sozinho e outra coisa é cantar com o karaokê. Outra coisa é você cantar com outra pessoa colaborando com você. Então, a minha parte do treinamento vai ser, justamente, ajudar eles a entenderem como essa dinâmica funciona, já que eles não vão estar sozinhos. A gente vai ter um ótimo caminho a trilhar.”

Tamires Ramalho.

Matheus Sabbá – diretor-cênico de ópera 

“Na audição, juntamente com a versatilidade e desenvoltura vocal, a gente analisa a presença cênica das crianças: a capacidade de como a pessoa pode ter uma apresentação melhor, com a capacidade que ela tem de expandir cenicamente. [O processo] foi bem legal, porque a gente viu crianças e jovens bem diferentes, e um material que pode ser muito lapidado, que pode ser uma potência! Isso é muito bom! Pudemos saber mais da vivência delas. A gente tem material para trabalhar com os selecionados e fazer com que eles só peguem o que eles já têm, expandam para um lugar que eles consigam se apresentar, e as capacidades artísticas deles cheguem às pessoas. É o objetivo de todo e qualquer artista: ser sentido pelo o seu público.”

Matheus Sabbá.

Jurados comentam expectativas para 1ª Mostra Infantil de Canto Lírico em Manaus. Foto: Morgana Rodrigues.

 Competição

A 1ª Mostra Infantil de Canto Lírico é voltada para alunos da rede pública de ensino, de 7 a 17 anos. O projeto cultural está à procura de crianças e adolescentes com habilidades para o canto. A ação faz parte do projeto ‘Ópera em Rede’ e tem o objetivo de descobrir novos talentos, que poderão se destacar nos futuros festivais de ópera. 

Ópera em Rede 

O Ópera em Rede é uma iniciativa que reúne ações culturais e socioambientais, com realização da Fundação Rede Amazônica (FRAM) e apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (SEC-AM), do Governo do Amazonas, Apa Móveis e Supermercados DB.

As atividades começaram paralelamente à 25ª edição do Festival Amazonas de Ópera (FAO) e continuam após a temporada comemorativa de espetáculos.

O FAO foi realizado de 21 de abril a 28 de maio, com direção artística de Luiz Fernando Malheiro, que revezava a regência das obras com Marcelo de Jesus e Otávio Simões. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Murucututu: “coruja de óculos” é considerada a maior espécie do gênero na Amazônia

A murucututu ocorre em todas florestas tropicais das américas, mas na Amazônia já se tornou até personagem de canção de ninar.

Leia também

Publicidade