Arte e sustentabilidade: Glocal Amazônia conta com parceria da Secretaria de Cultura do Amazonas

Em entrevista, o secretário Marco Apolo Muniz fala sobre a importância da parceria e também aborda os benefícios dos grandes eventos culturais do Estado.

A expressiva programação da Glocal Experience Amazônia, que será realizada no Centro Histórico de Manaus entre os dias 26, 27 e 28 de agosto, é formada por um relevante número de palestrantes, especialmente profissionais da Amazônia e também diversos participantes das mais variadas regiões do país, que utilizam de seus trabalhos para visibilizar e contribuir com as questões socioambientais da Amazônia, o bioma que abriga a maior biodiversidade do planeta.

Além de toda oportunidade de conexões e conhecimento gratuitos, das diversas imersões possíveis através das atrações culturais, o próprio espaço onde o evento irá ocorrer remonta à grandiosidade e a vocação que a capital amazonense possui para ressignificar seus símbolos e ocupá-los com um significante olhar de valorização ao que é da terra que é tão quente em temperatura quanto em oportunidades de inovação cultural e social. 

Foto: Márcio James/SEC-AM

Para o secretário Marco Apolo Muniz, titular da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, a oportunidade de contribuir com o evento é uma grande honra. “O evento faz importantes conexões principalmente na pauta da cultura porque não podemos pensar em sustentabilidade sem pensar nas pessoas acima de tudo, pensar nas pessoas é acima de tudo preservar a sua cultura, suas origens, as suas tradições”, declarou em entrevista.

A programação cultural oferecida pelo Estado é marcada por festas populares que valorizam as raízes ancestrais e folclóricas de um povo que possui características ainda muito vivas de um Brasil que existe e se manifesta artisticamente muito antes do período de colonização do país. “Além de valorizar nossas raízes, valoriza a geração de emprego e de oportunidades, podemos citar grandes movimentos culturais que nós temos no Estado como o Carnaval, o Festival Folclórico de Parintins e o Festival de Cirandas de Manacapuru, dentre muitos outros”, mencionou o gestor se referindo ao calendário anual que inclui não somente a capital mais também os municípios, evidenciando uma diversidade típica de um Estado que possui 62 municípios com diferentes expressões populares.

Foto: Márcio James/SEC-AM

Festivais em destaque 

O secretário também destacou a vocação que o Estado possui para integração de diversos segmentos da arte no DNA cultural do Amazonas. “Os Festivais são importantes para movimentar a economia dos municípios e também do Estado, além de promover o Amazonas para o mundo inteiro a partir da projeção que esses eventos ganham, captando dessa forma muitas oportunidades de investimentos em diversos setores da Economia do nosso Estado”, afirmou o gestor.

Foto: Márcio James/SEC-AM

Outra característica mencionada por Marco Apolo são o fato social, já que os talentos e as potências desenvolvidas ao longo da política cultural de Festivais também influenciam outros segmentos da sociedade. “Estamos falando de jovens, de pessoas que se dedicam profissionalmente ao fazer cultural e acima de tudo preservam as origens e tradições das culturas desenvolvidas nesses municípios. O poder público não só fomenta como também incentiva e divulga essas ações”, destacou.

Para finalizar, o secretário acredita que a parceria com o Glocal Experience possibilita ainda maiores projeções e oportunidades para o desenvolvimento da cultura no Amazonas. “Essa ação integrada a um diálogo junto com esse debate dentro do Glocal Experience permitirá que nós possamos divulgar o Amazonas e acima de tudo dar ainda mais visibilidade a tantas manifestações culturais que nós temos no Estado”, afirmou o secretário. 

Sobre a Glocal Experience Amazônia

A Glocal Experience nasceu em maio de 2022 com sua primeira edição no Rio de Janeiro. O evento retornará à capital carioca no período de 5 a 8 de outubro. Este encontro deverá ser anual e tem a intenção de ser realizado em cada Estado da Amazônia, a exemplo de Boa Vista (RR), que já recebeu uma mini edição do encontro. Em Manaus são 70 horas de conteúdo gratuito e sua programação completa está disponível no site do evento.

A Glocal Experience Amazônia tem o apoio do Governo do Amazonas, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria do Meio Ambiente, Navegam e Parque Mosaico; idealização e operação Dream Factory; e realização Fundação Rede Amazônica. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.

Leia também

Publicidade