Manaus 30º • Nublado
Segunda, 06 Dezembro 2021

A missão de advogar: a busca pela realização do equilíbrio e Justiça social

O artigo procura situar o exercício da profissão de advogado, a prática, a função, o seu papel no equilíbrio e na defesa da cidadania, da democracia e do estado de direito e justiça social. Reinvenção da Advocacia, necessária para estes novos tempos.

A tecnologia acelerou a disponibilidade de muito mais informações e a adaptação não pode esperar, é indispensável a revisão de estratégias e postura profissional para acompanhar a evolução da tecnologia e as novas formas vividas no mercado pelo Advogado. 

Reprodução: Internet

Ter uma boa gestão do conhecimento na célere evolução de normas e comportamentos, faz a nova Advocacia compreender o empreendedorismo jurídico, na busca incansável de oportunidades em cada situação cotidiana.

Portanto, ter um planejamento e estratégias, com ousadia e coragem é ingrediente necessário num tempo de aceleração competitiva, ainda poder compreender que o marketing jurídico passa por estabelecer autoridade e conhecimento seccionados, e construir um bom relacionamento e interação com as mídias sociais.

Assim, abrir os pensamentos para novos ramos do direito moderno e suas novas maneiras aliadas com as tecnológicas maneiras de exercer a profissão passa a ser indispensável ao novo tempo da Advocacia.

Destarte, nestes tempos modernos, poder ser visto pelo profissional da Advocacia o amplo o campo onde pode exercer a sua profissão. Estende-se desde manter-se sempre atualizada a sua visão doutrinária e jurisprudencial, para sempre estar preparado, desde a conversa inicial com o cidadão, até a efetiva busca do direito reclamado.

Neste campo, onde há margem para as múltiplas manifestações do espírito, onde a cultura do advogado se revela, é que constitui a sua arte profissional.

Podemos afirmar que Arte de Advogar, pois, consiste em levar aos juízes os dados convincentes sobre determinado fato concreto, para que se restabeleça o equilíbrio social, quando desnivelado por pretensões opostas. A função do advogado maneja com a maior soma de saber que é dado a um homem culto, pela própria natureza da sua função, pois que o direito pertence à classe dos fenômenos sociológicos, o mais complexo dos fenômenos.

É nesta altura do conhecimento humano, em campo e horizonte tão vastos, altas devem ser as vistas do advogado, no bom e verdadeiro sentido da palavra. Os dados que lhe servem de estudo, os atos que circungiram o seu ofício, são os mais abstrusos, que lhe exigem peculiar sensibilidade social e psicológica.

Caberá ao jusriconsulto, descer ao apuro do fato ocorrido, buscar lhe as causas, estudar os fatores que contribuíram em sua formação ou em seu desvirtuamento, segundo o caso, traçar os atos necessários para a reposição do equilíbrio social, eis aí um intrincado labirinto, onde só uma arte apurada e superior pode resolver. O advogado tem por obrigação estar em dia com a evolução cientifica. Avulta mais em sua grandeza e nobreza o dever que tem o advogado de ser probo, sincero, claro e preciso.

Nossa profissão, que resume a Arte de Advogar, devem culminar todas as melhores qualidades: erudição, estilo límpido, moral elevada, postura e hábitos éticos. Não se compreende advogado com bruteza de espírito, de moral estragada, com manifestação sem convicção cientifica e cultural e sem conduta ilibada.

Posso lhe afirmar por convicção e vivência, que é de todas as artes a mais complexa, a mais bela e a mais nobre, a advocacia mira-se num sacerdócio de busca por Justiça.

Como um estadista, o Advogado cura dos assuntos mais altos, para bem da sociedade. Indica, estuda e elucida os meios de remediar ou prevenir os males sociais e de garantir à sociedade vida digna a todos os seus semelhantes. Neste afã nobre e confortador, não lhe sobra conveniências. Tudo nele é desprendimento: ao mesmo passo que advoga os altos interesses de uma classe social ou mesmo de toda uma população, cuida com igual carinho dos interesses dos desvalidos e descamisados como dos nobres e cultos. A sua protetora mão estende-se a todos os que precisam de reabilitação social, grandes e pequenos, ricos e pobres, homens ou mulheres, protegidos e desvalidos.

Na formação da sociedade humana, a figura do advogado é inconfundível, insubstituível e indispensável. Não se pode conceber uma sociedade sem esses propugnadores do bem geral e da satisfação moral. Não é em vão que é a única profissão eregida à proteção específica na Carta Magna, é indispensável para realização da justiça e seu exercício é inviolável com garantia de suas prerrogativas profissionais.

Relevante para finalizar, reiterar que o avanço da tecnologia em todo o mundo levou à facilidades de realizar suas atividades de forma remota, a Advocacia moderna está utilizando o conhecido como "home office", ou trabalho à distância, e esta adaptação também é urgente e necessária na correria do dia a dia, pois esse tipo de atividade é cada vez mais recorrente no cotidiano de todos nós.

Destacando ainda que, antes de aprofundar mais na aplicação da Inteligência Artificial na advocacia, olhar de time que até o mais desavisado é capaz de vislumbrar como nos próximos anos a Inteligência Artificial irá transformar todos os aspectos do mundo jurídico. Assim, não podemos esquecer de reafirmar aos advogados para que reconheçam o impacto deste tempo novo, também compreendam a enorme oportunidade que a Inteligência Artificial vem proporcionar para Advocacia.

Finalizando e afirmando que o advogado do futuro, que está em curso e velozmente acontecendo, precisará ser muito mais qualificado e especializado, trabalhando com melhores e mais complexas ferramentas de TI, sendo capaz de atender com a mesma ou maior qualidade os clientes e gerando soluções às demandas judiciais e ou extrajudiciais céleres e resolutivas, pois é o que a sociedade moderna espera dos operadores do direito.

Com tudo isso, ainda, nestes tempos, estamos vendo muitas agressões às prerrogativas e ao exercício profissional da advocacia, notadamente para tentar diminuir a sua importância e macular a imagem de seu grande papel social e político na defesa cidadania, da democracia e do estado democrático de direito.

Advogado não cala, a sua manifestação é a voz dos direitos e do cidadão.

Agredir um advogado é atacar a cidadania e todo povo brasileiro.

Em 11 de agosto se comemora o Dia do Advogado, nossa homenagem aos combatentes do bom combate, nenhuma prerrogativa profissional a menos.


Luiz Gomes – Advogado e professor, Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais, sócio fundador do Escritório L. Gomes Advogados Associados; Presidente da ESAT (Escola Superior da Advocacia Trabalhista), foi presidente da ANATRA (Associação Norteriograndense de Advogados Trabalhistas); Diretor da ABRAT (Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas); Secretário Geral da CNDS (Comissão Nacional de Direitos Humanos do CFOAB), Membro da JUTRA (Associação Luso Brasileira de Juristas do Trabalho) e Conselheiro Federal da OAB Federal (2004/2008).

Veja mais notícias sobre Em Nome da Lei.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 06 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/