Professor analisa luta pela posse de terra no Acre em tese de doutorado que se tornou livro

No livro, ele buscou retratar a luta por moradia e pela posse da terra, trazendo à cena os outros agentes do mosaico acreano que foram obrigados a migrar e a lutar para sobreviver.

O professor do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Acre (Ufac), Reginâmio Bonifácio de Lima, lançou o livro ‘Ao Sol Carta é Farol: A Luta pela Posse das Terras Acreanas Durante a Ditadura Militar’ (Alta Performance/Edufac, 726 p.). A obra, resultado de sua tese de doutorado, retrata a luta dos trabalhadores da Amazônia na busca pela posse da terra.

Reginâmio afirma que a tese é a terceira fase do projeto de pesquisa que iniciou em sua especialização, onde analisou as pessoas que saíram dos seringais e chegaram à cidade. No mestrado, explorou as memórias dessas pessoas e como elas enxergavam suas vivências.

No livro, ele buscou retratar a luta por moradia e pela posse da terra, trazendo à cena os outros agentes do mosaico acreano que foram obrigados a migrar e a lutar para sobreviver.

“É importante conhecer nossa história para valorizar nossas populações”, disse.

“Ao sol carta é farol… tem endereço certo, a própria história de Rio Branco, do Estado do Acre, da Amazônia e do Brasil. À História da Igreja, aos movimentos sociais, aos descendentes nordestinos, aos agentes, aos militantes e cada uma das crianças que escreveu sua carta. É por isso que essa obra deve ser recebida como Carta, Testemunho e Memorial. Ela sobrepuja permanente esperança, pois ensaiam novas mensagens em prol da construção de uma Amazônia melhor, com trabalho justo e dignidade humana para todos”, escreveu o professor Édison Hüttner, da PUC-RS, no prefácio da obra.

*Com informações da Ufac

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Theatro da Paz, em Belém, será candidato a Patrimônio da Humanidade

A estrutura e importância do Theatro da Paz serão tópicos essenciais durante evento realizado em agosto. Teatro Amazonas, de Manaus (AM), também será candidato.

Leia também

Publicidade