Manaus 30º • Nublado
Domingo, 14 Abril 2024

Você conhece os municípios na Amazônia que receberam nomes de países ou cidades internacionais?

3744884810_66654af475_c
Não é segredo que muitas cidades da Amazônia recebem o nome inspirado em palavras indígenas ou que remetem à região. Porém, alguns municípios se destacam por carregarem os nomes de países ou cidades estrangeiras. Além da popular Belém (PA), alguns podem surpreender.

O Portal Amazônia encontrou mais quatro lugares que receberam nomes conhecidos internacionalmente. Confira:

Tailândia (Pará)

Quem disse que só existe Tailândia na Ásia? Tudo bem, existe um país na Ásia chamado Tailândia, mas o Pará também possui uma Tailândia para chamar de sua. A história do município iniciou na década de 1970 com a construção da rodovia PA-150, que cortava o Estado de norte a sul. Esse foi um dos principais motivos para os conflitos de terra entre os fazendeiros, grileiros e posseiros.

Com a intensificação da violência, o então governador do Estado, Alacid Nunes, determinou ao Instituto de Terras do Pará (Iterpa) a intervenção na região. Em 3 de junho de 1978, com a chegada dos primeiros técnicos, a localidade sofreu a intervenção da Polícia Militar, sob o comando do Tenente Pinheiro, iniciando assim o cadastramento dos colonos e a administração do projeto de colonização, demarcação de terras devolutas e distribuição de lotes entre os quilômetros 51 e 183 da PA-150, numa área de 158.400 hectares.

Em julho de 1978, em uma das reuniões entre os interventores e a população, decidiu-se questões importantes para a cidade, como o padroeiro – que seria São Francisco de Assis -, a data de sua homenagem, dia 4 de outubro, e escolheu o nome da localidade proposto pelo então interventor, Tenente Pinheiro, que comparou os conflitos da cidade com os que ocorriam no país asiático, que passava por uma guerra civil e de fronteiras. Contudo, Tailândia, que fazia parte do município do Acará, só teve a sua emancipação político-administrativa em 10 de maio de 1988. 

Foto: Reprodução/Facebook-Prefeitura de Tailândia

Nova Iorque (Maranhão) 

"Start spreading the news, you're leaving today. I want to be a part of it, New York, New York"

Essas são as primeiras frases da icônica canção 'New York, New York', de Frank Sinatra. E não pense que é só os Estados Unidos que tem uma Nova York famosa. No Maranhão, o município de Nova Iorque recebeu o nome como forma de homenagem à cidade americana.

Em 1839, a então fazenda Sussuapara sumiu das proximidades do Porto das Almas depois que o dono da propriedade foi morto durante a Balaiada. Três décadas depois, uma pedra no meio do caminho do rio Parnaíba daria início à história oficial de Nova Iorque. Depois de desobstruir o tráfego fluvial a pedido do Império, o engenheiro americano Edward Burnet decidiu morar no Maranhão.

Com o crescente progresso, ele decidiu alterar o topônimo para Nova Iorque, em homenagem à sua terra. Pelo decreto lei nº 45, de 29 de março de 1938, passou à categoria de Cidade. Tendo em vista a construção da Barragem de Boa Esperança, em 1968, a Cidade foi totalmente tomada pelas águas da represa.

Com recursos do Governo Federal, foi construído, então, uma nova sede, em local distante, totalmente planejada e que se constitui em modelo de cidade de pequeno porte. 

Foto: Eduardo Rodrigues

Palestina do Pará (Pará) 

O Pará possui uma Palestina. É um município localizado às margens do rio Araguaia e foi criado pela Lei nº 5.689, de 13 de dezembro de 1991- Diário Oficial nº27.122 de 20/12/1991 com área desmembrada do Município de Brejo Grande do Araguaia.

O processo de emancipação de Palestina do Pará teve origem na gestão da Prefeita de Brejo Grande do Araguaia, Maria Alves dos Santos, e foi encaminhado em 4 de março de 1990 pelos vereadores, seguido de um abaixo assinado de 104 moradores.

Preenchidos todos os requisitos necessários à sua emancipação e tomando por base os artigos 18, parágrafo 4º da Constituição Federal de 1983, parágrafos 1º e 2º da Constituição Estadual e a Lei Complementar nº 001/90, de 18 de janeiro de 1990, a localidade passou à categoria de Município em 13 de dezembro de 1991, através da Lei nº 5.689, com a denominação de Palestina do Pará.

Para institucionalização dos Poderes Executivo e Legislativo, foi realizada em 3 de outubro de 1992 a primeira eleição municipal, sendo eleito como primeiro prefeito municipal, Raimundo Pereira Barbosa.

Foto: Reprodução/Facebook-Praiano em Palestina no Pará

Alto Paraguai (Mato Grosso) 

A região que compreende o território de Alto Paraguai, no Mato Grosso, foi largamente palmilhada por garimpeiros à procura de pedras preciosas e ouro. Sua história está ligada a Diamantino desde 1728. Terminado o ciclo do ouro e do diamante no século passado, restaram sítios e fazendas apenas. Porém, um novo ciclo garimpeiro se iniciou em 1938, com o garimpo do Gatinho e outros mais.

A vila garimpeira do Gatinho ganhou esse apelido devido às frequentes visitas de um pequeno felino (onça ou jaguatirica), junto ao córrego trabalhado pelos garimpeiros.

Em torno do garimpo do Gatinho ficava a Fazenda Velha de Teodomiro Agripino, a fazenda da família Mendes e o garimpo do 'Come Feito'. Gatinho cresceu mais ainda com a descoberta dos ricos monchões de Espinhal, Várzea Bonita, Afonsinho e São Pedro.

O Decreto Lei nº 687, de setembro de 1945, desapropriou área de 3.600 hectares da Fazenda Varzearia para o patrimônio do Gatinho. Em 17 de novembro de 1948, pela Lei nº 193, foi criado o distrito de Paz, com a denominação de Alto Paraguai. 

A alteração do nome deveu-se ao fato do município abrigar em seu território as nascentes do rio Paraguai. O município de Alto Paraguai foi criado em 16 de dezembro de 1953, pela Lei nº 709.

Foto: Reprodução/Facebook-Prefeitura de Alto Paraguai

E aí? Conhece mais algum município que deveria estar nessa lista?

Veja mais notícias sobre CulturaAmazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/