Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 26 Novembro 2020

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) disponibilizou ao trade a partir desta terça-feira (11) a cartilha Linhas de Financiamento. A publicação é direcionada aos empresários do setor e reúne o passo a passo para acesso a oito linhas de crédito financeiro oferecidos por agências, instituições e programas estaduais e federais. Além do objetivo de cada linha de crédito, a cartilha informa quem pode obtê-las, os limites financiáveis, taxas, prazos e documentações exigidas, entre outras informações. A cartilha está disponível apenas de forma on-line e pode ser acessada no site da Amazonastur: www.amazonastur.am.gov.br.

Em pesquisa realizada pela Amazonastur, 68,67% dos entrevistados – entre representantes de agências de turismo e de meios de hospedagem – apontaram que a disponibilização de linhas de financiamento é a medida mais relevante que os governos estadual e federal podem adotar para auxiliar o trade turístico durante esse momento de crise por conta da pandemia do novo coronavírus. O levantamento foi aferido durante a Sondagem Ambiente de Negócios do Turismo para Recuperação Pós-Covid-19 realizada em abril deste ano.

Foto: Fábio/Pazzebom

"A Amazonastur teve essa iniciativa em decorrência das perdas no Turismo causadas pela Covid-19. Para socorrer o setor, que padece da ausência do turista e necessariamente precisa manter seus negócios em dia, e ainda porque, muitas vezes, o empresário não sabe onde está o socorro financeiro, a diretoria de Negócios & Eventos da empresa listou os financiamentos disponíveis e compilou nessa cartilha, para facilitar ao empresário do turismo o acesso ao crédito e a ajuda emergencial para seus negócios", explica a diretora da Amazonastur, Cléia Viana.

Uma das opções apresentadas na cartilha é a linha de financiamento Crédito Emergencial, com orçamento de R$ 90 milhões e disponibilizada pelo Governo do Estado, por meio da Agência de Fomento do Amazonas (Afeam). Esse apoio financeiro é destinado a capital de giro para custear as principais despesas e custos operacionais, como folha de pagamento, aluguel, contas de consumo e manutenção das atividades produtivas em geral.


As propostas serão aceitas pela Afeam até o mês de novembro deste ano, e a liberação do recursos será realizada até dezembro. A linha de financiamento, disponível exclusivamente pelo site da Afeam (www.afeam.am.gov.br), possui taxas que vão até 9,6% ao ano e prazos flexíveis, com carência de 180 dias para iniciar os pagamentos.

Na publicação, a Amazonastur destaca ainda o passo a passo para acesso ao crédito de programas do Governo Federal, como o Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) e do Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas).

Fampe

De acordo com pesquisas do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), uma das principais dificuldades apontadas para o acesso a um financiamento bancário por empresas de pequeno porte é a falta de garantias. O Fampe é um Fundo de Aval constituído pelo Sebrae para complementar garantias nas operações de crédito contratadas pelos pequenos negócios junto às instituições financeiras conveniadas. Assim, o Sebrae entra como avalista por meio do Fampe para ajudar os pequenos negócios a acessar empréstimos e financiamentos.

Pronampe

As operações de crédito realizadas por meio do Pronampe poderão ser utilizadas para investimentos como adquirir máquinas e equipamentos, realizar reformas e/ou para despesas operacionais como salário dos funcionários, pagamento de contas como água, luz, aluguel, compra de matérias primas, mercadorias, entre outras. O prazo máximo de pagamento das operações contratadas no âmbito do programa é de 36 meses.

Outros

Na publicação há, também, duas opções disponibilizadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES): Automático Emergencial e Urbano Capital de Giro.

Há ainda a opção de acesso ao Fundo Geral do Turismo (Fungetur) do Ministério do Turismo ao Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac) e ao Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) do Banco da Amazônia (Basa).

Veja mais notícias sobre Turismo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/