Manaus 30º • Nublado
Quarta, 05 Outubro 2022

Cenário da minissérie 'Amazônia', Sítio Histórico Quixadá sofre com abandono

O lugar que serviu de cenário para a minissérie 'Amazônia, de Galvez a Chico Mendes', o Sítio Histórico Quixadá, no Acre, sofre com o abandonoNo sítio, que já foi sede de seringais tradicionais durante a Revolução Acreana e a Era da Borracha, foi construída uma cidade cenográfica para as gravações do projeto da TV Globo, e chegava a ter, em média, 150 visitas aos fins de semana. 

A estrutura - localizada a 18 quilômetros da zona urbana de Rio Branco, às margens do Rio Acre - está completamente deteriorada pela ação do tempo. Logo na entrada, algumas placas estão tomadas pelo mato alto. No chão, objetos cenográficos e figurinos usados na minissérie de Glória Perez, em 2007, estão estragados.

Sítio Histórico do Quixadá foi cenário da minissérie Amazônia. Foto: Reprodução/TV Globo

Além de ter se tornado um museu, o espaço conta com duas pousadas, um redário, um restaurante, a igreja de Nossa Senhora do Rosário, uma trilha e um mirante. Antigamente, os visitantes podiam fazer a travessia do Rio Acre por meio de canoas para chegar a praias formadas durante o verão.

O autônomo Ataiude de Souza mora ao lado do Sítio Histórico. Ele vê com tristeza o descaso com o lugar que poderia continuar contribuindo para o crescimento turístico do Estado. "Eu não tenho nem palavras. Um abandono desse é muito triste. A nossa cidade cenográfica é muito bonita. As pessoas que vinham visitar o espaço traziam circulação de dinheiro", lamentou.

Já a aposentada Ceci Fernandes afirma que o filho dela cuidava do local, mas ele faleceu e o sítio ficou sem manutenção. A idosa, inclusive, revelou que objetos cenográficos já foram furtados. "Quando meu filho estava vivo, o lugar continuava a receber visita [...] isso aqui era muito lindo", contou.

Confira imagens da situação atual do Sítio Histórico Quixadá:

Sem condições para visitação, o sítio fica desvalorizado. Ataiude comenta que o abandono é entristecedor: "A história mostra as raízes da Amazônia, que todos viram mundialmente [..] e, infelizmente, se encontra nesta situação. Nem limpeza o lugar recebe".

Ao Grupo Rede Amazônica, o secretário de Empreendedorismo e Turismo do Acre, John Douglas da Costa Silva, afirmou que uma equipe mapeou todos os espaços turísticos que estão abandonados para que possam ser revitalizados. "São espaços que contam a história do nosso povo e são importantes para a economia do Estado. [...] Por isso, fizemos uma tratativa junto ao Ministério do Turismo para que haja investimento em infraestrutura e revitalização desses espaços", informou. 

Amazônia, de Galvez a Chico Mendes 

A minissérie foi baseada nos romances 'O Seringal', de Miguel Ferrante e 'Terra Caída', de José Potyguara. Narra a história do Acre, a última região a ser anexada ao território brasileiro, e conta todo esse processo, ao longo de 100 anos, através de três personagens centrais: Galvez (José Wilker), Plácido de Castro (Alexandre Borges) e Chico Mendes (Cássio Gabus Mendes). 

'Amazônia, de Galvez a Chico Mendes' foi ao ar entre janeiro e abril de 2007, em 55 capítulos. Gloria Perez misturou dados reais e ficção.

Veja mais notícias sobre TurismoAcre.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/