Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 17 Abril 2021

Secult lança edital que vai permitir apresentações artísticas em espaços e casas penais do Pará


O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), lançou na última quarta-feira (03), o edital "Arte Livre – Apoio à produção artística". A inciativa inédita, inclui como parceiros a Fundação Cultural do Pará (FCP), Secretaria de Desenvolvimento Econômico Mineração e Energia (Sedeme) e Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

A novidade permite que os aprovados no inciso III da Lei Aldir Blanc (lançada em 2020), se inscrevam e realizem suas atividades nos espaços disponíveis. Serão mais de 1 mil pautas culturais incluindo mostras, saraus, feiras, exposições fotográficas, apresentações musicais e outras expressões artísticas que poderão ser apresentadas nos 42 espaços da Secult, FCP, Sedeme e Seap, disseminando cultura e arte.


Foto: Divulgação

Espaços como a Casa das Onze Janelas; o gramado do Memorial da Cabanagem - nunca antes ocupado; a Estação Cultural de Icoaraci; Espaço São José Liberto; Teatro Waldemar Henrique; Casa da Linguagem; centros de reeducação e recuperação prisionais, entre outros locais, receberão as diversas práticas culturais no período entre março e setembro de 2021 respeitando os protocolos e decretos vigentes para combater a Covid-19.

"O Edital Arte Livre é uma bela parceria entre várias secretarias, que se dispuseram a abrir as portas dos seus espaços para que os mais de 3 mil projetos vencedores dos editais da Lei Aldir Blanc possam se credenciar para ocupar esses equipamentos, respeitando todas as medidas sanitárias previstas no decreto vigente. Vamos abrir de março até setembro para que os artistas, com seus projetos na área de literatura, de contação de histórias, de oficinas de cultura alimentar, de teatro, dança, música, artes virtuais e com performances, possam ocupar nossos teatros, coretos, galerias e também as unidades do sistema penal, democratizando o acesso à cultura", frisou a Secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal.

Lei Aldir Blanc - Segundo o Diretor de cultura da Secult, Júnior Soares, o edital é parte do legado que a Lei Aldir Blanc está deixando a nível nacional. "É inegável que a Lei Aldir Blanc trouxe uma injeção financeira importante no setor cultural brasileiro e paraense. Os 28 editais lançados aqui no Estado possuíam uma contrapartida de ocupar escolas, mas elas estão fechadas por conta da pandemia. Então a Secult teve a iniciativa de abrir estes espaços junto aos seus parceiros. É muito gratificante poder fazer essa ponte entre o artista e o público", destaca o diretor.

Projeto conjunto - Um dos principais destaques do "Arte Livre" é a possibilidade de realizar os projetos dentro de 16 unidades prisionais do Estado do Pará, uma ação inédita e importante, como explica o Secretário de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos.

"Estimular atividades culturais no sistema prisional é fundamental para o desenvolvimento cognitivo e criativo dos custodiados. A contemplação de espaços prisionais no Edital demonstra a sinergia positiva entre a SEAP, SECULT e outros parceiros, na intenção de garantir às pessoas privadas de liberdade o acesso à cultura", ressalta o secretário.

"A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), por meio do Espaço São José Liberto, disponibilizará quatro espaços para que sejam realizadas atividades culturais com maior sucesso, garantindo que os fazedores de cultura promovam os seus eventos com conforto e excelente infraestrutura. É importante ressaltar que as programações ou ações culturais que ocorrerão nestes espaços terão todos os cuidados que o momento requer, seguindo os protocolos preventivos de combate à Covid-19", explicou o secretário da Sedeme, Carlos Ledo.

Para Guilherme Relvas, presidente da Fundação Cultural do Pará, a ação fortalece a produção cultural paraense nesse cenário de pandemia. "É um momento em que toda a classe envolvida sentiu o impacto diretamente. Por isso, a FCP faz questão de reafirmar o compromisso em manter abertos e disponíveis espaços que são do povo, como os teatros Waldemar Henrique e Margarida Schivasappa, além de nossas galerias e diversos locais de produção artística", destaca.

As inscrições para o edital "Arte Livre - Apoio à produção artística", podem ser feitas através da plataforma mapa cultural (mapacultural.pa.gov.br/oportunidade) no período de 03 de março a 30 de junho de 2021. 

Veja mais notícias sobre CulturaPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 17 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/