“Prédio verde do Centro”: imóvel da antiga Receita Federal será transformado em moradia popular em Manaus

Localizado no Centro, prédio com 17 andares foi contemplado pelo Minha Casa Minha Vida e deverá ter entre 85 e 128 apartamentos.

O governador do Amazonas, Wilson Lima vistoriou, no dia 28 de maio, o antigo prédio da Receita Federal, no Centro de Manaus, que deve passar por um processo de ‘retrofit‘, ou seja, uma readequação para se transformar em moradias com capacidade mínima para 85 apartamentos.

A medida integra as ações do programa de habitação Amazonas Meu Lar. O projeto de revitalização do prédio prevê até 128 apartamentos e foi contemplado pelo Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

O prédio de 17 andares está localizado na rua Marechal Deodoro e pertence à Superintendência do Patrimônio da União (SPU). O imóvel será doado ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) para as habitações de interesse social e deverá ser ocupado futuramente por famílias do público em geral cadastradas previamente no Amazonas Meu Lar. Em breve, atendendo a um pedido do governador, o local será repassado ao Estado.

Curiosidades

O imóvel por anos foi referência para pessoas do interior que visitam a capital em barcos, que ao avistar o prédio era sinal de que a cidade já estava próxima. Por isso a construção era conhecida como “prédio verde do Centro”.

O edifício foi entregue em 1974 e por muito tempo foi considerado o prédio mais alto da cidade, com 17 andares, tornando-o referência para os passageiros de barcos.

Durante o governo Bolsonaro o imóvel foi colocado à venda por R$ 15 milhões, mas nenhum interessado apareceu. Outra curiosidade sobre o local é que ele não tem espaço para estacionamento, além de estar na rota das enchentes do Rio Negro.  

*Com informações da Agência Amazonas

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Novo santuário de árvores gigantes na Amazônia é revelado no oeste do Pará

No novo santuário, cientistas descobriram pelo menos mais 38 árvores de grande porte, duas delas com mais de 80 metros de altura.

Leia também

Publicidade