Ouro no judô: indígena Yanomami de São Gabriel da Cachoeira é medalhista no JEBs

A comemoração contou ainda com a entrega de um certificado da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai).

Em comemoração à medalha de ouro conquistada no Judô, nos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), categoria Sub-18, a estudante Juliana Felipe foi recebida na Escola Estadual (EE) Irmã Inês Penha, localizada no município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, com uma grande comemoração na tarde desta segunda-feira (17/06). A conquista da medalha aconteceu no dia 11 de junho.

Além das parabenizações pela conquista da estudante, que é indígena do povo Yanomami, a comemoração contou com a entrega, para campeã, de um certificado da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) e a apresentação do grupo de capoeira da região, quadrilha, dança das agremiações e de outros projetos do município.

A diretora escolar da EE Inês Penha, Edineia Pimenta, explicou que essa conquista foi um trabalho em conjunto que contou com o apoio do ‘Projeto Social Amigos do Judô’ e da Associação Comunitária de Pais e Alunos do Judô do Amazonas (Acopajam). Mais do que uma condecoração, segundo a diretora, a conquista da aluna também representa esperança.

“Como equipe pedagógica, o nosso dever é formar bons cidadãos, então acreditamos que o esporte é um meio que também transforma vidas por meio dos desafios, disciplina e constância, para que consigam chegar até o mais alto pódio, seja no esporte ou na vida”, disse a diretora.

Para além do pódio

Pertencente ao povo indígena Yanomami, Juliana Felipe, 16 anos, estudante da 2ª série do Ensino Médio, foi uma de dois atletas da rede pública de ensino do Amazonas a conquistar uma medalha, durante a segunda fase do JEBs, o que para ela é motivo de muito orgulho.

Segundo Juliana, essa conquista no Judô foi um caminho difícil de muitos obstáculos. Ela contou que, apesar da luta difícil, a conquista não foi trilhada sozinha e, com o apoio da mãe, sua professora (sensei) e diversos outros que a apoiaram, a aluna conseguiu trazer a medalha para o Amazonas.

“A sensação que tive quando cheguei foi uma coisa muito emocionante. Nunca tinha imaginado que ia acontecer e foi inspirador ver todos me elogiando, gritando meu nome, meus amigos me abraçando. Levo o Amazonas no meu coração para que consiga conquistar mais daqui para frente e surpreender a todos e a minha escola”, disse a estudante.

As medalhas conquistadas

A segunda fase do JEBs encerrou com a conquista de 36 premiações para os alunos da rede estadual do Amazonas, sendo 13 medalhas de ouro, 6 medalhas de prata, 15 medalhas de bronze e 2 premiados, além de sete classificações para o Gymnasiade, campeonato mundial organizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar.

Ao todo, mais de 100 alunos atletas da rede estadual de ensino do Amazonas participaram das duas fases da competição nas modalidades de tênis de mesa, karatê, atletismo, luta olímpica, xadrez e judô. Dividindo-se nos circuitos de Aracaju (SE) e Maceió (AL), os competidores ainda participarão da terceira e última fase da competição em Palmas (TO), durante o mês de julho.

Confira a vitória da esportista a partir de 6:25:00 no vídeo abaixo:

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Peru implementa 31 planos de negócios ecológicos 

Nos próximos dias haverá uma nova convocatória para que mais comunidades e pequenos utilizadores florestais possam candidatar-se com os seus planos de negócios.

Leia também

Publicidade