Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

Conheça o ritual indígena da batida na caixa de marimbondo

Uma área de 12 milhões de hectares de ecossistemas conservados formam um cinturão verde de proteção à Floresta Amazônica. Essa área de proteção é encarada com enorme seriedade pela comunidade Kayapó. Por isso, o marimbondo, animal conhecido pela defesa de seu espaço, é muito respeitado dentro da cultura Mebêngôkre-Kayapó.

Dessa admiração surgiu o ritual da batida na caixa de marimbondo. Jovens guerreiros são escolhidos pelos pajés da aldeia para enfrentar o que conhecemos como casa de marimbondo. Cumprir a nobre tarefa é visto como um privilégio pelos rapazes, já que confere status de valentia.  

Indígenas Kayapó dançando após o ritual da batida na caixa de marimbondo. Foto: Pati Kayapó/Coletivo Beture

O ritual funciona da seguinte maneira: no momento do enfrentamento, os escolhidos pelo líder da aldeia sobem em escadas até a copa da árvore, medem a casa de marimbondo e batem nela com as mãos desprotegidas.

Antes disso, porém, os indígenas Kayapó fazem as danças e entoam os cantos próprios do ritual. Ao final, os guerreiros são festejados por toda a comunidade por sua coragem e êxito na ação. A antiga tradição, que revela características marcantes da comunidade e da cultura Kayapó, é uma das muitas que os antigos desejam transmitir aos mais novos.

"Foi o meu pai que me passou esse conhecimento e, hoje, eu posso falar com os jovens e passar essas informações para eles. Dessa forma, no futuro, eles poderão transmitir essa sabedoria para os filhos deles também", 

conclui Baiu Kayapó

Baiu Kayapó conta o processo em um depoimento gravado pelo Instituto Kabu para o 'Tradição e Futuro na Amazônia'. Assista:

Veja mais notícias sobre CulturaAmazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 01 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/