Manaus 30º • Nublado
Domingo, 17 Outubro 2021

Conheça as curiosidades da igreja de São Sebastião, em Manaus

Localizada no centro histórico de Manaus, a Igreja São Sebastião é um dos monumentos de grande valor cultural e histórico para o povo manauara. A igreja fica em frente ao Largo São Sebastião, que possui o monumento de Abertura dos Portos do pintor e decorador italiano Domenico de Angelis, o mesmo responsável pela ornamentação do salão nobre do Teatro Amazonas.

A primeira capela da Igreja de São Sebastião foi erguida no ano de 1859, pelos próprios moradores, junto aos missionários franciscanos que chegaram a Manaus. A base de alvenaria foi construída somente no ano de 1888, e, somente no ano de 1912 foi elevada à condição de Paróquia.

Praça de São Sebastião. Foto: Silvino Santos. Acervo: IGHA.

A arquitetura da Igreja é eclética, bastante parecida com as capelas italianas e possui muitas pinturas do período bizantino. Podem-se observar variações na composição da obra da Igreja: a torre no estilo gótico, o frontão neoclássico e a abóboda renascentista, totalmente diversificada e de uma beleza estonteante.

A abóbada é uma construção em forma de arco com a qual se cobrem espaços compreendidos entre muros, pilares ou colunas/ Foto: Internet

 Curiosidades sobre as torres da Igreja de São Sebastião

Reprodução: Internet

Há um diferencial na Igreja São Sebastião: a falta de uma de suas torres. Muitos se perguntam o que aconteceu com a outra torre? Infelizmente não existe uma explicação comprovada com fatos. Porém, há muitas histórias que foram passadas de geração em geração.

Algumas histórias são de que, uma das torres teria afundado no mar quando trazida da Europa, outros afirmam que o construtor responsável desapareceu com parte do dinheiro da obra, ficando assim inacabadas, outros dizem que devido à decadência do ciclo da borracha o financiamento para a construção foi suspenso.

O badalar dos sinos

Ao meio-dia, dispara as doze badaladas, em seguida, toca um pequeno trecho de uma música especial, este horário é importante para os católicos, pois é a hora de orar e agradecer pelo alimento que estar á mesa- a mesma coisa acontece ás seis da tarde, quando inicia a noite, a hora de jantar , e os católicos se bebem e fazem uma oração em homenagem a Nossa Senhora, a mãe de Jesus Cristo.

Aos domingos, por se o dia "do senhor" para os católicos e, por ser uma tradição assistir ás missas bem cedo pela manhã, o badalar é alto e bem ritmado- por ser um dia calmo e tranquilo, é possível ouvi-lo num raio bem maior,provocando um conforto espiritual muito grande na comunidade católica - este badalar dominical é comum em todas as igrejas, tanto nas catedrais das capitais, como nas capelas das pequenas cidades do interior.

Quando é exatamente quinze para as seis da tarde, solta um ensurdecedor badalar, chamando os fiéis para a santa missa do início da noite.

Quando alguém muito importante da cidade falece, bem como, com um suspiro final de algum membro da congregação dos padres capuchinhos, o badalar é diferente, um tanto fúnebre , com toques do sino durante todo o dia.


Localização

A Igreja fica em uma localização bastante movimentada e próxima aos monumentos antigos mais conhecidos de Manaus, como o Teatro Amazonas, o Palácio da Justiça, o Largo São Sebastião, as construções antigas, além dos restaurantes regionais como o Caxiri, e hotéis como o Juma Ópera, que compõem o cenário único do local.


Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/